app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5717
Caderno B Ex-executivo de futebol do CSA, Rodrigo Pastana se reuniu com dirigentes, nessa quinta-feira (7), para definições sobre a reformulação do novo Departamento de Futebol azulino

CSA se reúne com Pastana para definir nova comissão técnica

Nomes de três treinadores estão na mira do clube e novo Departamento de Futebol deve ser anunciado até segunda (11)

Por Fernanda Medeiros | Edição do dia 08/03/2024 - Matéria atualizada em 08/03/2024 às 04h00

Dirigentes do CSA tiveram uma reunião com o ex-executivo de futebol do clube Rodrigo Pastana, nessa quinta-feira (7), para definições sobre a reformulação do novo Departamento de Futebol azulino, e, consequentemente, a nova comissão técnica da equipe.

Segundo o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Christiano Beltrão, em conversa com a Gazeta de Alagoas, três nomes de treinadores estão na mira do CSA e a nova comissão técnica deverá ser anunciada até a próxima segunda-feira (11).

Beltrão não revelou os nomes, mas a reportagem apurou que entre os três pretendidos estão Ricardo Catalá (Remo) e Rodrigo Santana (Athletic). "A gente não pode dizer nenhum nome, para não atrapalhar as conversas", disse o dirigente.

Ele informou, porém, que, com a vinda de uma nova comissão, bem como de um novo executivo de futebol, o plantel deverá ser reformulado. "Isso significa que haverá contratações de jogadores e, consequentemente, dispensas", disse, informando, ainda que Marquinhos Mossoró é quem está, temporariamente, à frente do futebol profissional do Azulão.

Todo este corre-corre no CSA é devido à saída do técnico Marcelo Cabo, do executivo Alarcon Pacheco e do diretor de futebol Marlon Araújo, pois o time azulino precisa juntar os cacos, o mais rápido possível, e iniciar a reformulação para o restante da temporada, onde tem as disputadas da Copa Alagoas e da Série C do Brasileiro.

LUTO NO CLUBE

O ex-atacante Frank, que defendeu as cores do CSA, em 1984, 1985, 1986 e 1989, morreu na quarta (6), em Silvânia, interior de Goiás. Ele tinha 61 anos de idade.

Frank começou a carreira no Guarani-SP, no início dos anos 1980, e fez sucesso, sendo convocado, inclusive, para as categorias de base da Seleção Brasileira.

No futebol do Nordeste Frank defendeu o CSA, onde em 1984/1985 sagrou-se bicampeão estadual. Também conquistou títulos no Fortaleza, Rio Negro-AM e depois voltou ao Azulão do Mutange.

Quando saiu do Guarani, Frank foi emprestado para outros clubes do interior paulista, como Inter de Limeira, Paulista e Corinthians de Presidente Prudente.

O CSA emitiu uma nota oficial, nessa quinta-feira (7), lamentando a morte do seu ex-atleta.

"O Centro Sportivo Alagoano lamenta o falecimento do ex-jogador Frank, aos 61 anos. O Maior de Alagoas presta solidariedade aos amigos e familiares neste momento difícil", diz trecho da nota.

Natural de Pirassununga-SP, Edson Frank Benedicto Bernardo atuou em clubes de São Paulo, Amazonas, Ceará, Alagoas, Rio de Janeiro, Acre, Rio Grande do Sul e Goiás. Ele encerrou a carreira em 1994, de forma precoce, aos 32 anos de idade, após uma cirurgia no joelho.

Mas Frank não tinha largado o futebol de vez. Ele possuía escolinhas de futebol em Silvânia-GO, cidade onde chegou a ser secretário municipal. O ex-jogador foi sepultado nessa quinta (7).

Mais matérias
desta edição