app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Caderno B Jade Barbosa é a mais experiente da equipe feminina no Mundial

Jade Barbosa aposta em hit de Britney Spears para solo das Olimpíadas

Brasileira tentará levar medalhas mais uma vez nas Olimpíadas

Por GE e Gazeta Esportiva | Edição do dia 30/03/2024 - Matéria atualizada em 30/03/2024 às 04h00

Jade Barbosa apresentou na quinta-feira (28) pela primeira vez sua série de solo que preparou para as Olimpíadas de Paris. Dona de três medalhas em Mundiais, a ginasta de 32 anos apostou na música “Baby One More Time”, hit da diva pop Britney Spears.

A estreia da coreografia de Britney foi no treino de pódio da etapa da Copa do Mundo de Antalya, na Turquia. Jade passou bem por essa espécie de ensaio geral para a competição do fim de semana – o Sportv transmite as decisões deste domingo (31), às 7h30 (de Brasília).

Além de Jade, o Brasil vai contar com Rebeca Andrade (barras assimétricas), Flávia Saraiva (trave) e Lorrane Oliveira (barras assimétricas) na etapa turca da Copa do Mundo. Vai ser a primeira competição das quatro ginastas nesta temporada.

ATLETISMO

Alison dos Santos, o Piu (Pinheiros-SP), já definiu as suas competições preparatórias para os Jogos Olímpicos de Paris, em agosto. Campeão mundial em Eugene-2022, nos Estados Unidos, e medalha de bronze na Olimpíada de Tóquio-2021, no Japão, nos 400 m com barreiras, Alison estreia já neste sábado (30) na temporada disputando os 400 m rasos e o revezamento 4x400 m (no time de atletas de seu patrocinador de material) no Pepsi Flórida Relays, na cidade de Gainesville, na Flórida.

Piu está morando em Clermont, também na Flórida, e treina no National Training Center nos Estados Unidos desde o início do ano, ao lado de Rafael Pereira (AABLU-SC), que faz os 110 m com barreiras, e do treinador Felipe de Siqueira, que orienta os dois.

“O grande objetivo do ano, claro, são os Jogos Olímpicos, ele fará algumas provas antes de Paris como preparação, algo que não foi possível na temporada passada por causa da lesão e é o que habitualmente fazemos”, disse Felipe, referindo-se à cirurgia que foi submetido no joelho direito em fevereiro de 2023.

“O foco é o 400 m com barreiras e se a equipe se classificar para os Jogos Olímpicos no revezamento 4x400 m e chegar à final em Paris, ele também estará à disposição”, lembrou o treinador. “O Alison ainda está em fase de preparação, estamos fazendo um período longo, mas necessário. Vamos iniciar com meetings aqui nos EUA para ir avaliando o treinamento e buscar ritmo de competição.”

Depois do Flórida Relays, Piu disputará o Memorial Tom Jones, também no Estádio James G. Pressly, em Gainesville, nos 400 m rasos, no dia 13 de abril. Em seguida parte para etapas do circuito da Liga Diamante, sempre nos 400 m com barreiras.

Mais matérias
desta edição