app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Caderno B Cristian de Souza terá apenas um treino para preparar o Azulão para o duelo contra o Penedense

CSA se reapresenta e trabalha forte antes de viagem para Penedo

Equipe azulina fez atividade regenerativa nessa segunda-feira (1º) e volta aos treinos nesta terça (2), antes de viajar

Por Guilherme Nobre | Edição do dia 02/04/2024 - Matéria atualizada em 02/04/2024 às 04h00

O empate com o Penedense, nesse domingo (31), deixou a torcida do CSA desconfiada. No entanto, não há muito tempo para se preocupar com isso, já que o time do técnico Cristian de Souza se reapresentou nessa segunda-feira (1º de abril), de olho na segunda partida da grande final da Copa Alagoas.

O confronto será já nesta quarta-feira (3), às 20 horas, no Estádio Alfredo Leahy, em Penedo. Isso faz com que o tempo de preparação seja mais curto que o comum. Na reapresentação desta segunda, os jogadores que entraram em campo fizeram apenas um trabalho regenerativo, para que haja uma recuperação depois do desgaste.

Sendo assim, o único tempo de trabalho com bola, efetivamente, será apenas nesta terça-feira (2). Os trabalhos deverão seguir acontecendo no Complexo Gustavo Paiva. Inclusive, o planejamento é que a viagem para Penedo ocorra após o treinamento, mas o CSA não divulgou oficialmente a informação.

Cristian de Souza ainda não perdeu no comando do Azulão. São três partidas com uma vitórias e dois empates, curiosamente, ambos no Rei Pelé.

Na entrevista pós-jogo, o técnico fez questão de relembrar que há pouco tempo de preparação.

“Vamos aproveitar estes dois dias, para recuperar os jogadores. É ir para lá, fazer um jogo estratégico, inteligente, como fizemos contra o Murici. É diminuir o erro. O erro zero vai decidir o campeão da Copa”, disse.

Cristian ainda fez elogios à atuação da equipe, mas frisou que ainda há problemas na questão da bola aérea defensiva.

PROIBIDO

Faltando pouco menos de 48 horas para Penedense e CSA se encontrarem na final da Copa Alagoas, os bastidores pegam fogo. Nessa segunda-feira (1º), a diretoria alvirrubra oficializou um pedido que proíbe a entrada de torcedores azulinos portando bandeiras, faixas e instrumentos musicais no Estádio Alfredo Leahy.

A confusão se deu após a principal torcida organizada do Jacaré ter sido impedida de utilizar esses objetos na partida de ida, que aconteceu nesse domingo (31), no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

O fato incomodou, inclusive, o presidente Aerton Reis, que utilizou as redes sociais do clube ribeirinho para se pronunciar sobre o caso.

“A torcida do CSA não poderá adentrar no nosso estádio com bandeiras, faixas ou instrumentos musicais. Da mesma forma que foi feito no Rei Pelé, haverá reciprocidade. Que os torcedores não venham com as faixas para evitar transtornos. Não comprem a carga de ingressos do Penedense”, afirmou.

Ele também disse que o CSA terá direito a cerca de 250 ingressos, cumprindo com o regulamento que prevê que os times visitantes tenham direito à 10%. Hoje, o Alfredo Leahy pode receber cerca de 2.250 torcedores.

O pedido foi completamente documentado pelo clube alvirrubro. Inclusive, o advogado do Penedense, Francisco Lemos Júnior, convocou o Ministério Público (MP-AL) para tomar conhecimento sobre o assunto.

Mais matérias
desta edição