app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Caderno B

Suspeito nega agressão à maceioense que se jogou de prédio em Salvador; veja versão

A Justiça da Bahia manteve a prisão dele em audiência de custódia realizada nesta terça-feira (11)

Por Mariane Rodrigues | Edição do dia 11/06/2024 - Matéria atualizada em 11/06/2024 às 18h55


Igor Costa Campos, de 39 anos, dá uma versão diferente da mulher.
Igor Costa Campos, de 39 anos, dá uma versão diferente da mulher. - Foto: Reprodução


O homem suspeito de causar agressões em uma alagoana que se jogou do 5º andar de um prédio em Salvador nega que tenha cometido violência física contra a mulher. Ela alega que se jogou do edifício para não morrer e que perdeu o bebê em decorrência da queda. A Justiça da Bahia  manteve a prisão dele em audiência de custódia realizada nesta terça-feira (11). 


Em entrevista à TV Itapoan, da Bahia, por meio da defesa, Igor Costa Campos dá uma versão diferente daquela dada pela mulher. Ele diz que a mulher estava “vulnerável emocionalmente” e que ela é quem tentava agredi-lo.


“Ele nega qualquer tipo de agressão. Ele disse que ficou a todo tempo tentando evitar que ela o agredisse. Apenas a afastou. Teve um momento que ela tentou sair do apartamento e ele evitou porque ela estava muito vulnerável emocionalmente, nervosa, gritando, e tentando agredir ele o tempo todo e para que não ocorresse uma situação pior ele tentou fazer com que ela permanecesse no apartamento e se acalmasse”, relata o advogado Carlos Magnavita.


Ele diz ainda que a mulher se trancou no quarto e ficou ameaçando se jogar da janela. “E ele foi para a varanda e tentou evitar com que ela se jogasse, porque a varanda tem acesso ao quarto. Mas ela, infelizmente, se jogou e, felizmente, não veio a óbito.

Entenda

A jovem alagoana de 27 anos se jogou do 5º andar de um apartamento, em Salvador, nesse domingo (9). Ela afirma que estava fugindo das agressões do companheiro. O caso foi em um condomínio de luxo na Av. Luís Viana Filho.

Segundo informações apuradas pela TV Bahia, os dois teriam se conhecido havia cerca de um mês, quando a mulher saiu de Maceió, para trabalhar em Salvador.

No relato dela, as agressões teriam começado no domingo quando ela contou que estava grávida dele. Ela conta ainda que foi agredida com chutes, foi jogada no chão e, em meio a xingamentos, trancou-se no quarto.

A vítima caiu em cima de um elevado de madeira, que amorteceu a queda. Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para um hospital da cidade, de onde recebeu alta hospitalar nessa segunda-feira (10).

O caso é tratado pela Polícia Civil como lesão corporal dolosa. O namorado dela foi preso em flagrante. Nessa terça-feira (11), Igor Costa teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.



Mais matérias
desta edição