app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

VS fiscaliza venda de carne no Mercado da Produ��o

A Coordenação Municipal de Vigilância Sanitária intensificou, ontem, a fiscalização da carne no Mercado da Produção e constatou apenas uma pequena quantidade de carne de carneiro considerada clandestina pelos técnicos de inspeção sanitária. “Não encontr

Por | Edição do dia 28/08/2002 - Matéria atualizada em 28/08/2002 às 00h00

A Coordenação Municipal de Vigilância Sanitária intensificou, ontem, a fiscalização da carne no Mercado da Produção e constatou apenas uma pequena quantidade de carne de carneiro considerada clandestina pelos técnicos de inspeção sanitária. “Não encontramos carne bovina de origem clandestina, apesar de termos recebido denúncias”, disse o coordenador da Vigilância Sanitária, Geovane Pacífico. Apesar desse controle, o mercado continua com um aspecto de sujeira, lama e sem infra-estrutura para o devido atendimento ao consumidor. Segundo informações de Geovane, é feita a limpeza do mercado todas as tardes, após o fechamento para o público. “A sujeira é uma conseqüência da falta de infra-estrutura do órgão e até da falta de educação da população em manter a área limpa”, afirmou. Sobre a intensificação da fiscalização de carnes, a Vigilância dobrou a equipe de fiscais ontem, num trabalho que vem sendo feito desde 1993, para evitar a venda de carnes estragadas, clandestinas, além de outros produtos adulterados e sem rotulagem. Diariamente, carnes de nove a dez bois entram no Mercado da Produção, mas essa quantidade duplica e até triplica nos fins de semana. O coordenador da Vigilância Sanitária admite ser mais fácil a entrada de carnes não inspecionadas de animais de pequeno porte, como é caso de carneiro, muitas vezes abatido em fundo de quintal, sem as devidas condições de higiene e qualidade.

Mais matérias
desta edição