app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Secretaria exige projeto sanit�rio de bares e restaurantes da orla

Conforme decisão da Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma), termina esta semana o prazo para que os proprietários de bares, restaurantes e similares instalados nas orlas marítima e lagunar apresentem o projeto de esgotamento sanitário

Por | Edição do dia 03/09/2002 - Matéria atualizada em 03/09/2002 às 00h00

Conforme decisão da Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma), termina esta semana o prazo para que os proprietários de bares, restaurantes e similares instalados nas orlas marítima e lagunar apresentem o projeto de esgotamento sanitário aprovado pelos órgãos responsáveis. A confirmação é do secretário Álder Flores, alertando que após o levantamento dos dados deverá adotar as medidas necessárias contra os responsáveis por possíveis fontes poluidoras. Segundo ele, a iniciativa tem como objetivo acabar com os abusos cometidos por algumas barracas e restaurantes. Pouco interesse Ao lembrar que a Prefeitura tem buscado soluções para resolver o problema na orla marítima de Maceió, Álder afirmou estar surpreso com o pouco interesse dos donos desses estabelecimentos quanto à apresentação do projeto de esgotamento sanitário que traz informações técnicas necessárias para a Sempma. O secretário fez questão de ressaltar que a ação da Sempma está fundamentada pelo Código Municipal de Meio Ambiente. Ele destacou, ainda, que dentre as punições estão previstas multas (com prazo para o saneamento das irregularidades cometidas) e a interdição temporária ou definitiva do estabelecimento, conforme a gravidade da infração. “Sabemos, contudo, que há outras fontes que contribuem para a poluição da orla marítima e estamos trabalhando para enfrentar esse problema”, afirmou Álder, ressaltando que após esta ação junto aos bares e restaurantes a Sempma deverá priorizar a identificação de outras formas de poluição da orla marítima.

Mais matérias
desta edição