app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

F�rum ambiental cobra do MP desativa��o de estacionamento

O Fórum de Defesa Ambiental, através de seu assessor-jurídico, Marcelo Ribeiro, deve cobrar ainda este ano do Ministério Público Estadual (MP) o cumprimento da resolução aprovada, ano passado, pelo Conselho Estadual de Proteção Ambiental (Cepram) que dete

Por | Edição do dia 21/09/2002 - Matéria atualizada em 21/09/2002 às 00h00

O Fórum de Defesa Ambiental, através de seu assessor-jurídico, Marcelo Ribeiro, deve cobrar ainda este ano do Ministério Público Estadual (MP) o cumprimento da resolução aprovada, ano passado, pelo Conselho Estadual de Proteção Ambiental (Cepram) que determina a desativação do estacionamento de Jaraguá. Segundo a resolução, o local deve ser transformado em área verde, incluindo a construção de uma marina, a volta da via dupla no local, a implantação de um projeto paisagístico e a liberação da Rua Sá e Albuquerque somente para passagem de pedestres. O assessor-jurídico afirma que, com a construção do estacionamento, que gerou a retirada da via dupla, os motoristas passaram a trafegar pela Rua Sá e Albuquerque, o que acabou prejudicando o fluxo na área e os prédios históricos instalados na localidade. “Os prédios históricos correm risco de serem desgastados, inclusive suas fachadas, por causa do grande fluxo de veículos na localidade”, acentuou Marcelo Ribeiro. Quanto ao estacionamento, segundo ele, encontram-se totalmente abandonados, inclusive com iluminação insuficiente e entregue aos flanelinhas. “É preciso que órgão público estadual tome alguma providência para recuperar a situação do bairro de Jaraguá,” acentuou. Para o conselheiro do Cepram, Anivaldo Miranda, que também pretende cobrar o cumprimento da resolução, a construção do estacionamento se tornou inútil “e não valoriza o bairro de Jaraguá”, disse ele, acrescentando que “a construção do estacionamento representou um golpe contra a população de Maceió”.

Mais matérias
desta edição