app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5750
Cidades

Aprovados em concurso v�o ao STJ por nomea��o

Os candidatos aprovados sub judice no concurso da Polícia Civil vão entrar com uma ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que o governo do Estado cumpra as sentenças de mérito e o agravo instrumental do Tribunal de Justiça de Alagoas, que deter

Por | Edição do dia 24/09/2002 - Matéria atualizada em 24/09/2002 às 00h00

Os candidatos aprovados sub judice no concurso da Polícia Civil vão entrar com uma ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para que o governo do Estado cumpra as sentenças de mérito e o agravo instrumental do Tribunal de Justiça de Alagoas, que determina a imediata inclusão deles no curso da Academia de Polícia Civil para serem nomeados. Acampados desde a última quinta-feira, na Praça dos Martírios, os sub judice da Polícia Civil fizeram uma manifestação ontem de manhã, logo após o encerramento da solenidade de Troca de Guarda, em frente ao Palácio Floriano Peixoto, presidida pela desembargadora Elisabeth Carvalho. Os integrantes da Comissão dos Candidatos Sub Judice garantiram que o acampamento na Praça dos Martírios vai permanecer até que o governo nomeie todos eles. Eles informaram que a maioria já conseguiu sentenças de mérito junto as 1ª, 2ª e 3ª varas da Fazenda Pública e um agravo instrumental do presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, Fernando Tourinho, assegurando o direito de serem nomeados. Eles explicaram, também, que a maioria perdeu no concurso apenas no psicotécnico, quando já existe parecer jurídico de que se trata de uma questão subjetiva. De acordo com informações extra-oficiais, reveladas pela comissão, o governo do Estado teria dado entrada no STJ com um pedido de suspensão de segurança contra a sentença de mérito dada em favor dos candidatos sub judice, mais o pedido teria sido indeferido. Os sub judice acham estranho que alguns candidatos na mesma situação em que eles estão já tenham sido nomeados, apesar de terem obtido uma classificação muito baixa. Durante a semana, os sub judice devem realizar novas manifestações em frente ao palácio, inclusive fazendo um sopão para distribuir com a população. Muitos dos concursados são de outros Estados e afirmam estar enfrentando dificuldades para se manter na cidade. Como não têm onde dormir, alguns estão pernoitando na rodoviária.

Mais matérias
desta edição