app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5749
Cidades

Trabalho dom�stico ser� inclu�do nas a��es do Peti

Incluir o trabalho doméstico no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) é a nova meta do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil. O assunto é um dos temas em discussão na reunião ordinária do Fórum, que será encerrad

Por | Edição do dia 25/09/2002 - Matéria atualizada em 25/09/2002 às 00h00

Incluir o trabalho doméstico no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) é a nova meta do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil. O assunto é um dos temas em discussão na reunião ordinária do Fórum, que será encerrada hoje no auditório da Associação Comercial, reunindo representantes de diversas partes do País. O procurador regional do Trabalho em Alagoas, Alpiniano do Prado Lopes, admitiu que apesar de o trabalho doméstico ser uma das formas mais comuns de exploração da mão-de-obra infantil, continua sendo uma das mais difíceis de ser combatida. “Muitas dessas crianças são trazidas do Interior como se fossem fazer parte da família, mas acabam se tornando empregadas da casa e sequer têm tempo para estudar”, afirmou acrescentando que muitas das crianças nessa situação são exploradas até a fase adulta, sem receber salários, caracterizando, assim, o trabalho escravo. Objetivos Alpiniano explicou que o objetivo da reunião do Fórum Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil é avaliar as políticas públicas voltadas para o setor, dentro de seis temas principais, entre eles a integração e a sistematização de dados sobre o trabalho infantil, além da implementação efetiva de controle e fiscalização do trabalho infantil. “Infelizmente, essa fiscalização não tem sido efetiva em alguns municípios, porque muitas vezes a comissão do Peti não está funcionando a contento”, salientou. O procurador regional do Trabalho ressalta, no entanto, que os dados estatísticos mostram que houve uma redução significativa do trabalho infantil em todo o País, com a retirada de 739 mil crianças. A melhoria da renda familiar é outra diretriz do Fórum, enfatizando a necessidade de não só tirar a criança do trabalho, mas garantir programas de geração de renda para suas famílias.

Mais matérias
desta edição