app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5709
Cidades

Barraqueiros “bancam” nova estrutura da feirinha

Os artesãos da Pajuçara estão de casa nova. Com a nova estrutura da Feirinha de Artesanato inaugurada hoje eles têm, agora, um espaço muito mais seguro e confortável. O projeto, no valor aproximado de R$ 500 mil, foi bancado pelos próprios 200 barraquei

Por | Edição do dia 28/09/2002 - Matéria atualizada em 28/09/2002 às 00h00

Os artesãos da Pajuçara estão de casa nova. Com a nova estrutura da Feirinha de Artesanato inaugurada hoje eles têm, agora, um espaço muito mais seguro e confortável. O projeto, no valor aproximado de R$ 500 mil, foi bancado pelos próprios 200 barraqueiros. “Há muito tempo lutamos por isso”, diz José Carlos Pinheiro, presidente da Associação de Artesãos da Feirinha da Pajuçara. Para bancar o projeto cada barraqueiro entrou com cerca de R$ 2.300. Desse montante o banco do Nordeste financiou R$ 2.130,00 e cada artesão deu uma contrapartida imediata de R$ 228,00. A Prefeitura de Maceió entrou como avalista do financiamento, que poderá ser pago em até 36 meses. O esforço, segundo Valéria Simões, valeu a pena. A partir de agora ela estará livre da trabalheira de montar e desmontar barraca de lona, encaixotar mercadoria todo fim de expediente e desencaixotar no dia seguinte . As barracas foram programadas para guardar o material sem precisar transportar. Segundo José Carlos, além da parcela mensal do financiamento – que ficará em torno de R$ 138,00 para quem parcelar em 18 meses – cada artesão pagará uma taxa de R$ 22,00 à Prefeitura pelo uso do solo. Na ponta do lápis, segundo o presidente da Associação, o valor é o mesmo de antes, só que agora há uma estrutura que justifica.

Mais matérias
desta edição