app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5758
Cidades

Slum retarda trabalho de remo��o do lixo eleitoral

Uma grande quantidade de cartazes, santinhos e colas dos candidatos às eleições do último domingo ainda continuava espalhada, ontem de manhã, por várias ruas de Maceió. No Centro Educacional Antônio Gomes de Barros (Ceagb), até às 10 horas da manhã ne

Por | Edição do dia 08/10/2002 - Matéria atualizada em 08/10/2002 às 00h00

Uma grande quantidade de cartazes, santinhos e colas dos candidatos às eleições do último domingo ainda continuava espalhada, ontem de manhã, por várias ruas de Maceió. No Centro Educacional Antônio Gomes de Barros (Ceagb), até às 10 horas da manhã nenhuma equipe da Superintendência Municipal de Limpeza Urbana (Slum) havia comparecido para fazer a limpeza do local. O Ceagb concentra um grande número de seções eleitorais, por isso o acúmulo de sujeira eleitoral era bastante expressiva. As calçadas e canteiros existentes dentro do complexo educacional estavam tomadas de propaganda de candidatos, além de cascas de coco, copos descartáveis, latas de refrigerantes e garrafas de água mineral consumidas pelos eleitores, que enfrentaram longas filas de espera e muito sol para votar em suas seções. Os canteiros e calçadas da Avenida Fernandes Lima também ficaram “emporcalhados” pela propaganda eleitoral. No bairro do Jacintinho, a limpeza da Rua Coronel Paranhos começou nas primeiras horas da manhã, mas com uma pequena quantidade de garis. A Slum havia anunciado, no fim da semana passada, que iria reforçar as equipes de limpeza da cidade, logo após o término da votação, com o pessoal que faz o trabalho de capinação. Mas, pelo ritmo lento do trabalho, a retirada de toda a sujeira provocada pelos cabos eleitorais dos candidatos deve levar toda a semana.

Mais matérias
desta edição