app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

Globaliza��o � tema de debates na I Semana de Extens�o da Ufal

Uma mesa-redonda sobre “Globalização: os paradoxos da inclusão e exclusão”, no auditório da reitoria, abriu ontem a I Semana de Extensão da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A mesa redonda teve a participação do professor da Universidade Federal d

Por | Edição do dia 09/10/2002 - Matéria atualizada em 09/10/2002 às 00h00

Uma mesa-redonda sobre “Globalização: os paradoxos da inclusão e exclusão”, no auditório da reitoria, abriu ontem a I Semana de Extensão da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A mesa redonda teve a participação do professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Antonio Davi Catani, e das professoras do Departamento de Ciências Sociais da Ufal, Ruth Vasconcelos e Alice Anabuki. Segundo a professora Ruth Vasconcellos, o processo de globalização tem duas partes distintas: aqueles que são absolutamente incluídos e beneficiados por ela e uma maioria de países cuja população sofre um esmagador processo de exclusão. “Existem muitas posições divergentes a respeito da globalização. Alguns não vê nada de negativo nela, e outros de positivo”. Durante o debate, Ruth Vasconcellos apresentou o que considera “as belezas e feiúras da globalização”. Entre os pontos positivos da globalização, Ruth aponta a possibilidade de um interação e intercomunicação entre as nações; o conhecimento do diferente e de culturas de diversos países. Entre as chamadas “feiuras” estão o desemprego, a flexibilização do processo produtivo e o refluxo das conquistas sociais do trabalho. Os efeitos negativos da globalização são sentidos principalmente em Países em processo de desenvolvimento como País. “Todo o Brasil tem sofrido com o processo de exclusão social, a falta de políticas públicas, já que a proposta da globalização é que o mercado é que tem que absorver tudo isso, e o Estado ficar cada vez mais fora desse processo”. Saúde Já o Hospital Universitário abriu, ontem, a III Mostra de Pesquisa e Extensão e Jornada Multidisciplinar, com palestra sobre o tema “Conhecendo a Terapia Sexual” com a professora Cristine Rose Lima. Segundo a diretora de Ensino do HU e professora do curso de Medicina, Rosana Brandão Vilela, a jornada tem como principal foco este ano a mudança curricular na área de saúde. “Um dos enfoques norteadores da jornada são as novas diretrizes para os cursos da área de saúde e de pós-graduação. A proposta da jornada é dar início a essa discussão”.

Mais matérias
desta edição