app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Cidades

Alta do d�lar obriga HU a suspender atendimento

A direção do Hospital Universitário decidiu suspender os internamentos na última sexta-feira por causa da alta do dólar, que vem dificultando a compra de medicamentos e materiais cirúrgicos, a maior parte importada. Somente hoje, com a chegada de dois lot

Por | Edição do dia 15/10/2002 - Matéria atualizada em 15/10/2002 às 00h00

A direção do Hospital Universitário decidiu suspender os internamentos na última sexta-feira por causa da alta do dólar, que vem dificultando a compra de medicamentos e materiais cirúrgicos, a maior parte importada. Somente hoje, com a chegada de dois lotes de produtos adquiridos em Aracaju (SE) e Recife(PE), é que o atendimento será normalizado nas clínicas e centro cirúrgico. Segundo o diretor-administrativo do HU, Duílio Marsiglia, a maioria do material cirúrgico utilizado no hospital, como luvas e seringas, além de medicamentos, é fabricada em outros países. Por causa da instabilidade da moeda americana, as prateleiras da farmácia do hospital estão praticamente vazias. Sem estoque O problema é que os importadores preferem não fazer estoque de medicamentos e só compram de acordo com a quantidade quem vendem aos hospitais. Com a alta do dólar, o hospital ficou sem condições de bancar o aumento do preço dos medicamentos e outros materiais de uso contínuo. A direção do hospital também tem sentido dificuldade de encontrar estoques desses materiais em Maceió e tem recorrido a estados vizinhos. O Hospital Universitário tem 53 pacientes internados, mas em média são atendidos diariamente no hospital cerca de 350 pacientes.

Mais matérias
desta edição