app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5756
Cidades

“Gatos” levam consumidores da Ceal � pris�o

A Companhia Energética de Alagoas (Ceal) continua com a Operação Caça-Gatos nos bairros de Jatiúca e Ponta Verde. A operação, que teve início há quase um mês, vem fechando o cerco contra estabelecimentos comerciais, condomínios e residências que estão de

Por | Edição do dia 26/10/2002 - Matéria atualizada em 26/10/2002 às 00h00

A Companhia Energética de Alagoas (Ceal) continua com a Operação Caça-Gatos nos bairros de Jatiúca e Ponta Verde. A operação, que teve início há quase um mês, vem fechando o cerco contra estabelecimentos comerciais, condomínios e residências que estão desviando energia e já resultou na prisão de pelo menos cinco pessoas por roubo de energia. Segundo o advogado da Assessoria de Controle de Perdas da Ceal, Ricardo de Medeiros Armstrong, a empresa está adotando uma nova postura em relação às pessoas que vêm praticando roubo de energia, tratando a questão não apenas na área administrativa, mas como crime. “A empresa não está fazendo o auto apenas para abertura de processos administrativos, mas estão requisitando um laudo por parte da Polícia, que vai servir como instrumento para inquérito policial”, advertiu. “Pelo Código Penal, furto de energia é tipificado como crime”. O assessor de Controle de Perdas da Ceal, José Claudino da Silva, informou que a operação já resultou na prisão de cinco pessoas, detidas em flagrante por roubo de energia, nos municípios de Maceió, Arapiraca, Paripueira e Barra de São Miguel. “O interesse da Ceal não é processar ninguém, mas temos sido rigorosos principalmente com os reincidentes”, observou. Os infratores têm que pagar ainda todo o valor da energia consumida, desde o período de colocação do gato. Nas duas primeiras semanas de operação nas áreas de Ponta Verde e Jatiúca, de 337 unidades fiscalizadas, a Ceal identificou irregularidade em 147, constituindo um índice de perda de energia de 46%. Ontem pela manhã, técnicos da Ceal tentaram flagrar mais um caso de desvio de energia em uma academia de ginástica na Jatiúca, mas o gato havia sido desfeito.

Mais matérias
desta edição