app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5712
Cidades

Fiscaliza��o constata erro no peso do charque e outros alimentos

Os fiscais do Instituto de Pesos e Medidas de Maceió (Ipem/MAC) encerraram, ontem, uma operação para verificação do peso dos produtos pré-medidos comercializados em estabelecimento de venda em grosso. A operação começou na segunda-feira e teve como al

Por | Edição do dia 26/10/2002 - Matéria atualizada em 26/10/2002 às 00h00

Os fiscais do Instituto de Pesos e Medidas de Maceió (Ipem/MAC) encerraram, ontem, uma operação para verificação do peso dos produtos pré-medidos comercializados em estabelecimento de venda em grosso. A operação começou na segunda-feira e teve como alvo, no último dia, os estabelecimentos comerciais da área em torno do Mercado da Produção. Foram analisados produtos como charque, açúcar, bicarbonato de amônia, mistura para pão, farinha de trigo, amido de milho, arroz e leite em pó. Dos produtos fiscalizados, o charque foi o que apresentou o maior índice de erros. De nove marcas analisadas, sete foram reprovadas porque continham distorções entre o peso indicado na embalagem e o apresentado na pesagem, atingindo um índice de 77,78%. No caso do açúcar, de três marcas fiscalizadas, duas continham erros (33,33%). No bicarbonato de amônia o índice de erros foi de 25%, de quatro marcas analisadas, apenas uma não foi aprovada. Das oito marcas de mistura de pão pesadas, apenas uma foi reprovada. Do leite em pó, nenhuma das três marcas fiscalizadas apresentou erro, assim como no arroz e no amido de milho. O presidente do Ipem/Mac, Teógenes Café explicou que os produtos que continham erros no peso foram interditados e o fabricante é notificado para corrigir o erro. O dono do estabelecimento que comercializava o produto fica como fiel depositário da mercadoria, até que faça a reposição. Segundo Teógenes, a maioria dos comerciantes não verifica se o produto está de acordo com o indicado na embalagem. “Com isso ficam prejudicados o comerciante e o próprio consumidor”.

Mais matérias
desta edição