app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

T�cnicos reclamam de abandono

O setor agrícola alagoano está em decadência pela falta de investimentos técnicos e em recursos humanos. Com essa denúncia, dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores do Setor Público Agrícola e Ambiental de Alagoas (Sindagro) fizeram um protesto ontem pel

Por | Edição do dia 05/02/2013 - Matéria atualizada em 05/02/2013 às 00h00

O setor agrícola alagoano está em decadência pela falta de investimentos técnicos e em recursos humanos. Com essa denúncia, dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores do Setor Público Agrícola e Ambiental de Alagoas (Sindagro) fizeram um protesto ontem pela manhã, em frente à sede da Companhia Alagoana de Recursos Humanos e Patrimoniais (Carhp), no bairro do Poço. Eles reclamam da falta de reajustes salariais e da carência de pessoal, bem como do descumprimento, pelo governo alagoano, de direitos trabalhistas conquistados judicialmente. No âmbito político do movimento, denunciam a situação de abandono a que estão submetidos os agricultores. “O governo finge que dá assistência aos pequenos agricultores e a agricultura familiar”, afirma o técnico agrícola Sebastião Alexandre dos Santos, presidente do Sindagro. O resultado, acrescenta ele, é o agravamento da crise no setor agrícola, que passa, principalmente, pela carência de pessoal e de condições de trabalho. O protesto dos servidores, que deve se estender ao interior, mobilizou técnicos da Emater, EDRN, Ematur, Comag, Epeal, Eturb e Codeal, todos vinculados à Carhp e lotados na Secretaria de Estado da Agricultura, Instituto de Terras de Alagoas e na Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas.

Mais matérias
desta edição