app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Servidores denunciam “desmonte” do Estado

Dirigentes de quatro das mais fortes entidades de classe dos servidores públicos alagoanos se reuniram, ontem, para discutir estratégias de enfrentamento do que definem como desmonte da estrutura do Estado. Os presidentes das entidades dos servidores do F

Por | Edição do dia 26/03/2013 - Matéria atualizada em 26/03/2013 às 00h00

Dirigentes de quatro das mais fortes entidades de classe dos servidores públicos alagoanos se reuniram, ontem, para discutir estratégias de enfrentamento do que definem como desmonte da estrutura do Estado. Os presidentes das entidades dos servidores do Fisco, Saúde e Segurança Pública lançaram as sementes da unificação da luta do funcionalismo, criando uma comissão que vai percorrer toda as áreas da administração, levantando informações sobre as precárias condições de escolas, hospitais, postos de saúde e delegacias. A primeira inspeção está marcada para a próxima segunda-feira, 1º, quando a comissão formada pelos sindicatos do Fisco, dos Médicos, e as Associações dos Delegados da Polícia Civil (Adepol) e dos Oficiais Militares de Alagoas (Assomal) se reúne na sede do Sindifisco, na praia do Sobral, e segue para o Hospital Geral do Estado (HGE). Ali, seus integrantes vão convocar servidores e os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) para se juntar ao movimento em defesa dos serviços públicos. “Está cada vez mais difícil viver em Alagoas. Temos que agir rápido, do contrário não haverá mais o Estado”, disse o presidente do Sindicato dos Servidores em Arrecadação e Finanças da Secretaria de Estado da Fazenda, Marcos Sérgio Ferreira Neto, integrante da comissão criada ontem.

Mais matérias
desta edição