app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Casas para dependentes qu�micos podem fechar

Mais de 200 adolescentes e jovens internados em clínicas de tratamento de dependência química estão ameaçados de voltar às ruas e, em consequência, ao uso de drogas. Há três meses sem receber o pagamento do serviço prestado a essas pessoas, as três únicas

Por | Edição do dia 03/04/2013 - Matéria atualizada em 03/04/2013 às 00h00

Mais de 200 adolescentes e jovens internados em clínicas de tratamento de dependência química estão ameaçados de voltar às ruas e, em consequência, ao uso de drogas. Há três meses sem receber o pagamento do serviço prestado a essas pessoas, as três únicas clínicas de Alagoas podem fechar. O problema maior é com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Maceió, que não está pagando os valores devidos. Da atual administração, são devidos os meses de janeiro, fevereiro e março. Somada, a dívida da Prefeitura de Maceió com as clínicas Árvores da Vida, Divina Misericórdia e Anjos da Vida pode ser superior a R$ 1 milhão. Ontem, os responsáveis por essas unidades estiveram na SMS cobrando o pagamento, e de lá saíram com a informação de que as pendências serão resolvidas na próxima sexta-feira. “É natural que, por ser uma nova gestão, a secretaria tenha pedido para analisar o serviço e seus custos. Mas é tempo demais pra esperar”, disse o médico Urânio Ferro, da clínica Anjos da Vida. Ele ressalta que as despesas são diárias para manter os jovens em tratamento, que dura em média seis meses.

Mais matérias
desta edição