app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Professores paralisam atividades em Arapiraca

Arapiraca – Aproximadamente 39 mil estudantes da rede municipal de ensino de Arapiraca ficarão sem aulas, pelo menos até a próxima sexta-feira, devido à greve de advertência iniciada ontem pelos professores. A categoria exige reajuste salarial e aplicação

Por | Edição do dia 23/04/2013 - Matéria atualizada em 23/04/2013 às 00h00

Arapiraca – Aproximadamente 39 mil estudantes da rede municipal de ensino de Arapiraca ficarão sem aulas, pelo menos até a próxima sexta-feira, devido à greve de advertência iniciada ontem pelos professores. A categoria exige reajuste salarial e aplicação da hora-atividade, que está prevista na lei do piso nacional do professor. Segundo a presidente do núcleo de Arapiraca do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinteal), Juracy Pinheiro, a greve por tempo determinado faz parte do calendário nacional de mobilização pela Educação, que, a partir de hoje até quinta-feira, paralisa todas as escolas públicas do país. “Em assembleia, ficou decidido que, em Arapiraca, essa paralisação se estende por toda semana por conta da nossa demanda local. No ano passado, foi prometido reajuste salarial a partir do começo das aulas deste ano, mas isso não aconteceu. Fora isso, apesar de estarmos em uma cidade que é exemplo em vários aspectos, o município está atrasado no quesito valorização do professor”, explicou a sindicalista.

Mais matérias
desta edição