app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Moradores resistem em sair de �reas de risco na capital

Não há, até agora, pessoas desabrigadas em consequência das chuvas que caem em Maceió. Nos casos em que o órgão municipal de Defesa Civil entendeu necessário retirar as famílias de casas que ameaçam desabar, estas optaram por se alojar na residência de pa

Por | Edição do dia 01/05/2013 - Matéria atualizada em 01/05/2013 às 00h00

Não há, até agora, pessoas desabrigadas em consequência das chuvas que caem em Maceió. Nos casos em que o órgão municipal de Defesa Civil entendeu necessário retirar as famílias de casas que ameaçam desabar, estas optaram por se alojar na residência de parentes. Ontem, o coordenador municipal de Defesa Civil, Paulo Noronha, disse que o órgão se mantém de prontidão, torcendo para que o sol continue imperando na cidade. “Temos picos de até 70mm de chuvas. Então, quando o dia é ensolarado, os riscos de desabamento diminuem”, disse ele, explicando que assim as barreiras secam, reduzindo o volume de água que levam aos deslizamentos. A preocupação com os bairros onde tradicionalmente ocorrem deslizamentos, como as grotas de Bebedouro, Benedito Bentes e Reginaldo, mantém as equipes da Defesa Civil em alerta permanente. “Estamos preparados para todos os casos. Junto com Corpo de Bombeiros agimos para atender a todas as ocorrências”, garantiu Paulo Noronha. O coordenador disse que a comissão ainda enfrenta problemas com a resistência de muitas famílias que se recusam a deixar as casas, mesmo informadas sobre os riscos.

Mais matérias
desta edição