app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5692
Cidades

Uma hist�ria de amor e dedica��o

Maria Petrúcia da Silva, 50, é outra mulher que também recebeu a missão de ser “avó-mãe”. Ela cria José Matias da Silva,12, desde o seu nascimento. O garoto é um dos cinco filhos de sua filha Márcia Maria da Silva, 29. Ela conta que a filha, desde os 12

Por | Edição do dia 12/05/2013 - Matéria atualizada em 12/05/2013 às 00h00

Maria Petrúcia da Silva, 50, é outra mulher que também recebeu a missão de ser “avó-mãe”. Ela cria José Matias da Silva,12, desde o seu nascimento. O garoto é um dos cinco filhos de sua filha Márcia Maria da Silva, 29. Ela conta que a filha, desde os 12 anos, seguiu um caminho errado e entrou no mundo das drogas. Aos 13, engravidou e não teve condições de assumir a criança, decidindo doá-la. “Não aceitei e disse que ele [José Matias] ficaria em casa. Onde você colocá-lo, eu vou atrás e tomo”. Ainda segundo Maria Petrúcia, sua filha não tinha condições de cuidar da própria vida e passava até seis meses sem voltar para casa. “Eu ia atrás dela, tirava dos locais errados, e ela entrava novamente. Foi uma batalha muito grande”, lembra. “Passei tremendas dificuldades para criá-lo, pois muitas vezes não tinha leite, fralda, e eu tinha que sair pedindo aos vizinhos. Como eu trabalhava numa empresa de reciclagem o dia todo, tive de pagar a uma pessoa para cuidar dele durante a semana. Enquanto isso, a mãe estava no mundo, fazendo sei lá o quê”, recorda. * Sob supervisão da editoria de Cidades.

Mais matérias
desta edição