app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

CUT mobiliza sindicatos contra mudan�as na CLT

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) está convocando os trabalhadores alagoanos, além de sindicatos, a participarem da greve geral, em nível nacional, prevista para ser realizada em 21 de março. A paralisação, segundo explicou Cícero Lourenço, tem como

Por | Edição do dia 27/02/2002 - Matéria atualizada em 27/02/2002 às 00h00

A Central Única dos Trabalhadores (CUT) está convocando os trabalhadores alagoanos, além de sindicatos, a participarem da greve geral, em nível nacional, prevista para ser realizada em 21 de março. A paralisação, segundo explicou Cícero Lourenço, tem como objetivo lutar contra a flexibilização da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), em Brasília. “Essa mudança não vem apenas destruir o trabalhador em si, mas a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) e o INSS, que são órgãos fiscalizadores”, frisou. Planos Amanhã, a CUT pretende reunir sindicatos e movimentos dos trabalhadores rurais, às 18 horas, na sede do Sindicato dos Urbanitários, para traçar o plano em defesa dos direitos dos trabalhadores, a ser apresentado durante a greve geral. “A participação de todos é de fundamental importância nessa campanha”, acentuou. Cícero Lourenço informou que vai solicitar à Assembléia Legislativa de Alagoas e à Câmara dos Deputados, a realização de sessões públicas, no sentido de discutir as reivindicações a serem apresentadas durante a paralisação nacional. “Nosso compromisso é discutir em conjunto todos os direitos dos trabalhadores. Eles precisam de nosso apoio”, acentuou. Para o sindicalista, a flexibilização da CLT somente resulta em desvantagens para a classe trabalhadora. Ele cita como exemplo o pagamento em várias parcelas do décimo terceiro salário, além da redução da licença-maternidade. “Não podemos defender um projeto que vai de encontro aos direitos dos trabalhadores”, frisou o sindicalista.

Mais matérias
desta edição