app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

Transporte alternativo ser� regulamentado

Criada a cerca de um ano, a Agência Reguladora de Serviços está desenvolvendo estudos para regulamentar o transporte alternativo em Alagoas. A proposta é que os chamados “clandestinos” atuem como serviço complementar ao sistema convencional, ou seja, ao t

Por | Edição do dia 23/11/2002 - Matéria atualizada em 23/11/2002 às 00h00

Criada a cerca de um ano, a Agência Reguladora de Serviços está desenvolvendo estudos para regulamentar o transporte alternativo em Alagoas. A proposta é que os chamados “clandestinos” atuem como serviço complementar ao sistema convencional, ou seja, ao transporte realizado pelas empresas de ônibus. Diretor-executivo da Agência Reguladora, o engenheiro Eduardo Blaso revela que até a próxima semana será disponibilizado na internet o regulamento do novo sistema de transporte de passageiros. “Esse problema dos alternativos é antigo e polêmico. Por isso estamos trabalhando com agilidade, mas com a cautela que a questão exige”, afirmou o diretor, apontando como grande avanço a elaboração do regulamento que normatiza os serviços de transporte complementar. Blaso lembra que o gerenciamento dos serviços de transporte coletivo intermunicipal saiu da competência do DER para ser atribuição da Agência Reguladora. A regularização do transporte alternativo está sendo discutida com a participação de representantes do governo estadual e dos chamados clandestinos. No estudo que está desenvolvendo, a Agência buscou informações junto aos empresários. “Vamos definir a atuação do complementar”, disse Eduardo Blaso, para quem o crescimento da população impõe a necessidade de um transporte diferenciado.

Mais matérias
desta edição