app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5751
Cidades

C�ncer: Alagoas tem mais de 1.800 casos por ano

Alagoas registra mais de 1.800 casos de câncer por ano, segundo revela o oncologista Marcos Davi, coordenador no Estado de uma campanha que será realizada hoje, no Dia Nacional de Combate ao Câncer, com objetivo de alertar à população sobre os fatores de

Por | Edição do dia 27/11/2002 - Matéria atualizada em 27/11/2002 às 00h00

Alagoas registra mais de 1.800 casos de câncer por ano, segundo revela o oncologista Marcos Davi, coordenador no Estado de uma campanha que será realizada hoje, no Dia Nacional de Combate ao Câncer, com objetivo de alertar à população sobre os fatores de risco para a doença. O câncer é a segunda causa de mortes no Brasil e no Mundo, levando ao óbito cerca de 115 mil brasileiros por ano. Hoje, haverá palestra e distribuição de material educativo sobre a doença no auditório da Santa Casa de Misericórdia de Maceió, às 16 horas, uma iniciativa do hospital, da Escola de Ciências Médicas e Rede Feminina de Combate ao Câncer. O evento será aberto ao público. Marcos Davi esclarece que os tipos de câncer mais freqüentes são: mama, na mulher (36 mil casos), pele (30 mil casos), colo do útero (17 mil casos), colo e reto (9 mil casos), estômago (6 mil casos) e pulmão (6 mil casos). No homem a doença atinge mais a pele (31 mil casos), próstata (25 mil casos), pulmão (15 mil casos), estômago (13 mil casos) e colo e reto (9 mil casos). Entre os fatores de risco para a doença, segundo o oncologista, estão os alimentos, o cigarro, o sexo inseguro (sem o uso do preservativo), sol excessivo, infecções e vírus. O cigarro, enfatiza o médico, é isoladamente o principal fator de risco e responsável por mais de 35 mil das 122 mil mortes anuais por câncer.

Mais matérias
desta edição