app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Cidades

Projetos valorizam a cultura negra

Diferentemente das demais localidades quilombolas espalhadas por todas as regiões de Alagoas, as comunidades de Pau d´Arco e Carrasco, em Arapiraca, vivem uma situação onde a negritude é valorizada, onde há escolas inclusivas, postos de saúde e projetos s

Por | Edição do dia 24/05/2015 - Matéria atualizada em 24/05/2015 às 00h00

Diferentemente das demais localidades quilombolas espalhadas por todas as regiões de Alagoas, as comunidades de Pau d´Arco e Carrasco, em Arapiraca, vivem uma situação onde a negritude é valorizada, onde há escolas inclusivas, postos de saúde e projetos sociais em execução. No Carrasco, há em funcionamento uma das escolas de tempo integral implantada pelo município e que serve como modelo de educação para o Estado. Devido à mobilização constante dos moradores e representantes comunitários, anualmente eles realizam eventos culturais, a exemplo das festas juninas, e buscam projetos alternativos, como a implantação de hortas orgânicas, em execução em parceria com a prefeitura local. No Pau d´Arco, há 11 anos a comunidade escolar, formada em sua maioria por negros, decidiu realizar o projeto Construindo a Identidade Afrodescendente, na Escola de Ensino Fundamental Professor Luiz Alberto de Melo. Idealizada pelos professores Laurinete Basílio e Israel Medeiros, a partir de projeto de pesquisa, a ação contribuiu para o reconhecimento dos próprios moradores como quilombolas e para elevar a autoestima de crianças, jovens e adultos, antes negada devido ao preconceito racial.

Mais matérias
desta edição