app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Cidades

Fiscaliza��o recolhe armadilhas

A Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco realizou, na segunda-feira, 25, uma apreensão de 1.350 armadilhas irregulares para capturar crustáceos. Na ocasião, também ocorreu a soltura de 5.200 espécimes de camarõe

Por | Edição do dia 27/05/2015 - Matéria atualizada em 27/05/2015 às 00h00

A Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco realizou, na segunda-feira, 25, uma apreensão de 1.350 armadilhas irregulares para capturar crustáceos. Na ocasião, também ocorreu a soltura de 5.200 espécimes de camarões e peixes. A operação foi realizada entre Penedo, interior de Alagoas, e Santana do São Francisco, em Sergipe. As armadilhas foram confeccionadas com tela plástica ou talas, cujo espaçamento era inferior ao que a lei permite. Nenhum infrator foi localizado. “Esses petrechos ilegais geram um grande impacto à biota local, visto que os espécimes de crustáceos são capturados na sua fase juvenil, não alcançando a maturidade reprodutiva”, explicou o chefe do Setor de Fiscalização do Ibama, Rivaldo Couto. Os integrantes da FPI do São Francisco também fizeram inspeção naval em 13 embarcações. Entre elas, encontravam-se nove lanchas de transporte de passageiros, duas de esporte e recreio, uma balsa e uma canoa tipo rabeta. Duas embarcações foram notificadas e uma foi lacrada. ‡

Mais matérias
desta edição