app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Cidades

MPE notifica Casal por esgoto em riacho

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, expediu ontem uma recomendação para que a Companhia de Abastecimento de Alagoas (Casal) pare de lançar esgoto em um riacho que nasce no Benedito Bentes, em Maceió. A

Por | Edição do dia 13/06/2015 - Matéria atualizada em 13/06/2015 às 00h00

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, expediu ontem uma recomendação para que a Companhia de Abastecimento de Alagoas (Casal) pare de lançar esgoto em um riacho que nasce no Benedito Bentes, em Maceió. A companhia também foi orientada a não autorizar qualquer nova licença de operação para empreendimentos que queiram utilizar a estação de tratamento de esgoto da Casal naquele bairro, já que a estatal não estaria funcionando a contento, segundo o MPE. A medida foi tomada após audiência pública realizada no prédio-sede do Ministério Público, que já remeteu os autos do procedimento à delegada Talita de Aquino Pereira da Silva, designada pela Polícia Civil para apurar crimes ambientais. “Solicitamos a instauração de inquérito policial porque o caso necessita de investigação. Os moradores da região fizeram várias denúncias e a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma) já realizou quatro fiscalizações somente neste mês de junho, comprovando não existir nenhuma atividade da Casal na área. Além disso, a secretaria também confirmou que as lagoas continuam recebendo esgotos por meio de caminhões limpa-fossa, inclusive a serviço da própria companhia, o que é inadmissível”, disse o promotor de Justiça Alberto Fonseca.

Mais matérias
desta edição