app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Cidades

Pre�o do milho n�o afasta compradores

O maceioense que não quis fugir da tradição teve que pagar um pouco mais caro pelos produtos típicos desta época. E não faltou público na véspera do São João para comprar. O movimento foi intenso, ontem, nos principais pontos de venda desses itens na capi

Por | Edição do dia 24/06/2015 - Matéria atualizada em 24/06/2015 às 00h00

O maceioense que não quis fugir da tradição teve que pagar um pouco mais caro pelos produtos típicos desta época. E não faltou público na véspera do São João para comprar. O movimento foi intenso, ontem, nos principais pontos de venda desses itens na capital. Parte dos consumidores reclamou da qualidade e, principalmente, do preço. Os comerciantes estavam animados. Na Praça da Faculdade, a parada é obrigatória. Montanhas de milho espalhadas por toda extensão da calçada chamavam a atenção de quem passava. No curto espaço de tempo que a reportagem esteve no local, percebeu que, apesar do valor um pouco acima, em relação ao ano passado, o consumidor reclamou, pechinchou e acabou comprando algumas espigas. A mão do milho (com 50 espigas) estava custando R$ 35 em média. Em 2014, ainda se conseguia encontrar por R$ 25.

Mais matérias
desta edição