app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5730
Cidades

Chuva forte castiga maceioenses

O inverno, que teve início no último domingo, já é uma época conhecida pelos alagoanos pela alta incidência de chuvas. Em Maceió, com apenas algumas horas de chuva ininterrupta, ruas ficaram alagadas em vários pontos da cidade e duas casas ficaram sob ame

Por | Edição do dia 25/06/2015 - Matéria atualizada em 25/06/2015 às 00h00

O inverno, que teve início no último domingo, já é uma época conhecida pelos alagoanos pela alta incidência de chuvas. Em Maceió, com apenas algumas horas de chuva ininterrupta, ruas ficaram alagadas em vários pontos da cidade e duas casas ficaram sob ameaça de desabamento, deixando a Defesa Civil Municipal em alerta. Uma árvore caiu sobre um veículo de passeio, na Rua Comendador Calaça, no bairro do Poço, e a via foi interditada. Não houve feridos. A Avenida Doutor Antônio Gomes de Barros, antiga Amélia Rosa, no bairro da Jatiúca, ficou tomada pela água, trazendo transtornos aos moradores e comerciantes. “Todo o inverno enfrentamos essa situação caótica. Sofremos com o alagamento há três anos, desde que a prefeitura e a Casal (Companhia de Saneamento de Alagoas) fizeram uma obra na tubulação da avenida. Duas bocas de lobo foram fechadas pela obra, o que deixou a rua sem qualquer vazão para o acúmulo de água”, diz Edvaldo Porangaba, proprietário de um depósito de bebidas na avenida. Ele afirma ter procurado os órgãos responsáveis, mas sem êxito. “Todo ano a gente entra em contato com a prefeitura e ela afirma que a responsável pelo problema é a empresa terceirizada contratada para realizar a bendita obra. A situação é caótica, a água invade meu estabelecimento, causando prejuízo material, afastando meus clientes”, desabafa. * Sob supervisão da editoria de Cidades.

Mais matérias
desta edição