app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Cidades

Plano de manejo vai assegurar a conserva��o

Quem atua em órgãos de fiscalização como o Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Alagoas sabe que a criação do Plano de Manejo de Pedra Talhada é um divisor de águas em qualquer área de reserva. O diretor de Unidades de Conservação do IMA, Ludgero de Barros

Por | Edição do dia 28/06/2015 - Matéria atualizada em 28/06/2015 às 00h00

Quem atua em órgãos de fiscalização como o Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Alagoas sabe que a criação do Plano de Manejo de Pedra Talhada é um divisor de águas em qualquer área de reserva. O diretor de Unidades de Conservação do IMA, Ludgero de Barros Lima, afirma que este instrumento dá o respaldo necessário para os técnicos e fiscais atuarem. “Sem ele, você atua pela legislação geral, mas aí fica muito genérico”. O consultor ambiental do IMA, Alex Nazário, explica ainda que o Plano de Manejo apresenta uma espécie de radiografia da Unidade de Conservação, “tanto física, como biótica e socioeconômica, com o zoneamento que vai mostrar a gente onde pode ou não pode ter determinada atividade ou ocupação; é um instrumento poderoso na gestão do território”. A assinatura de um Termo de Reciprocidade entre a Associação Nordesta e o ICMBio (nº 13/2012) oficializa o início da elaboração deste Plano de Manejo. Como medida prévia, um convênio assinado também estabelece que a ONG suíça deve buscar fundos para indenizar os moradores da floresta que não têm título de propriedade, enquanto o órgão ambiental tem a missão de providenciar a regularização fundiária.

Mais matérias
desta edição