app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Cidades

Buracos se multiplicam com chuva e aumentam riscos de acidentes

A chuva constante que caiu em Alagoas ao longo dos últimos dias expôs um velho problema de infraestrutura nas vias urbanas de Maceió e nas estradas, causando transtornos aos condutores. A quantidade de buracos aumentou significativamente, deixando o tráfe

Por | Edição do dia 30/06/2015 - Matéria atualizada em 30/06/2015 às 00h00

A chuva constante que caiu em Alagoas ao longo dos últimos dias expôs um velho problema de infraestrutura nas vias urbanas de Maceió e nas estradas, causando transtornos aos condutores. A quantidade de buracos aumentou significativamente, deixando o tráfego vulnerável, com alto risco de acidentes e exigindo muito mais atenção dos motoristas. Alguns registros chamaram a atenção. Na semana passada, quatro passageiros ficaram feridos – alguns com gravidade – depois que um coletivo ficou entalado em uma cratera no Benedito Bentes, em Maceió. A vendedora Maria Eulália de Barros Silva, de 53 anos, estava dentro do ônibus quando o acidente aconteceu. Ela e mais quatro passageiros do ônibus da linha Benedito Bentes-Centro, via Avenida Josepha de Mello, que estavam sentados na última bancada do veículo, foram arremessados para o alto e bateram com a cabeça no teto do coletivo. Eulália foi a que mais se deu mal: quebrou o fêmur em três partes e está prostrada em cima de uma cama, com pouca mobilidade, desde o dia 21, quando o fato ocorreu. A irmã dela, Eleuza Padilha de Barros, diz que esta foi a primeira vez que um acidente assim causou tanto estrago em sua família. Pelo que ela soube, o motorista do ônibus não se deu conta de que a poça de água que se formou na pista escondia uma cratera. Na velocidade em que o veículo estava, o condutor não teve tempo de desviar pela outra via, na contramão, e nenhuma sinalização foi colocada para avisar o perigo.

Mais matérias
desta edição