app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5732
Cidades

Crescem casos suspeitos de Zika

O número de atendimentos a casos suspeitos de Zika vírus aumentou significativamente, nesta semana, no Hospital Escola Dr. Helvio Auto, referência no tratamento de doenças infectocontagiosas. Em apenas quatro dias (de segunda até quinta-feira), a unidade

Por | Edição do dia 04/07/2015 - Matéria atualizada em 04/07/2015 às 00h00

O número de atendimentos a casos suspeitos de Zika vírus aumentou significativamente, nesta semana, no Hospital Escola Dr. Helvio Auto, referência no tratamento de doenças infectocontagiosas. Em apenas quatro dias (de segunda até quinta-feira), a unidade recebeu 94 pacientes encaminhados com sintomas característicos do vírus e que precisaram de acompanhamento. A maioria absoluta dos que foram atendidos reside na capital e somente dois casos eram do interior. Até o momento, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), três casos do vírus foram confirmados em Alagoas. Os suspeitos estão sendo analisados em um laboratório referência, situado no Pará. A direção do Helvio Auto informou, por meio de nota encaminhada ontem à imprensa, que os doentes tiveram reações cutâneas, aliadas a outras manifestações clínicas que sinalizaram a presença do zika, que é transmitido por meio da picada do mosquito Aedes aegypti, o mesmo que difunde a dengue e a febre chikungunya. De acordo com a nota, dos 94 pacientes internados, 92 moram em Maceió e apenas dois vivem nos municípios de Marechal Deodoro e Satuba, na região metropolitana da capital.

Mais matérias
desta edição