app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Cidades

Ocupa��o do Porto gera perdas de R$ 30 milh�es

A ocupação do Porto de Maceió pelos movimentos representativos dos trabalhadores rurais sem-terra deixou um prejuízo de, aproximadamente, R$ 30 milhões, segundo cálculos da administração portuária. Durante os dois dias de ocupação, cerca de três mil traba

Por | Edição do dia 06/08/2015 - Matéria atualizada em 06/08/2015 às 00h00

A ocupação do Porto de Maceió pelos movimentos representativos dos trabalhadores rurais sem-terra deixou um prejuízo de, aproximadamente, R$ 30 milhões, segundo cálculos da administração portuária. Durante os dois dias de ocupação, cerca de três mil trabalhadores do Porto e empresas ali instaladas ficaram parados, fretistas de caminhões deixaram de trabalhar e produtos deixaram de ser entregues, afetando, inclusive, o abastecimento de gasolina em vários postos de Alagoas. De acordo com o administrador substituto do Porto, Roberto Leoni, tudo isso foi contabilizado na lista de prejuízos, calculados em torno de R$ 15 milhões por cada dia de ocupação. Se houve algum incidente de depredação, ele não tem conhecimento. “Soube apenas que o para-brisa de um caminhão teria sido quebrado, no primeiro dia de invasão. O motorista teria tentado sair e houve esse incidente”, conta ele. Leoni não soube informar se algum desses usuários decidiu recorrer à Justiça para pedir ressarcimento dos prejuízos, mas disse que é possível isso acontecer. “Houve prejuízos a pessoas físicas e jurídicas que nada tinham a ver com a reivindicação dos movimentos. É natural que eles queiram ser ressarcidos desse prejuízo. Têm todo direito de recorrer à via judicial. Mas isso é uma decisão de cada um”, disse o administrador do Porto.

Mais matérias
desta edição