app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5735
Cidades

Desfile deve atrair 50 mil pessoas

Uma das principais preocupações da comissão organizadora do desfile de 7 de Setembro, em Maceió, é com a possibilidade de manifestações em protesto de entidades civis. Foi o que ficou evidente, ontem pela manhã, durante a última reunião preparatória para

Por | Edição do dia 04/09/2015 - Matéria atualizada em 04/09/2015 às 00h00

Uma das principais preocupações da comissão organizadora do desfile de 7 de Setembro, em Maceió, é com a possibilidade de manifestações em protesto de entidades civis. Foi o que ficou evidente, ontem pela manhã, durante a última reunião preparatória para o evento, realizada no Memorial à República, no bairro do Jaraguá, onde estão sendo montados os palanques oficiais e a estrutura de arquibancada para o desfile. A estimativa, segundo o tenente coronel PM Maxwel Santos, da coordenação de Comunicação da Polícia Militar, é de que as comemorações ao Dia da Independência do Brasil atraiam cerca de 50 mil pessoas à praia da Avenida nesta segunda-feira. Ele disse que um efetivo de 250 policiais será mobilizado para garantir a segurança do evento, e algumas estratégias serão adotadas para evitar possíveis prejuízos à programação, por eventuais manifestações de movimentos sociais relacionadas à conjuntura local ou nacional. As comemorações terão início a partir da chegada do governador Renan Filho (PMDB) ao Memorial, prevista para as 8h30. Ele vai passar a Tropa em revista, fará uma saudação à Banda da Polícia Militar e receberá as demais autoridades presentes, no Palanque Oficial e só às 9h começará o desfile. Mas a ordem é que todo o pessoal de serviço envolvido na organização do evento esteja a postos a partir das 6h. Nesse horário, o trânsito será fechado na Avenida Assis Chateaubriand, pela SMTT e BPTran, a partir da rotatória da Braskem, no Pontal, até a região do Porto, em Jaraguá. A recomendação é de que todos os participantes do desfile – cerca de 3 mil pessoas, representando várias instituições civis e militares – estejam na Avenida às 7h. E, a partir das 8h, todos os pelotões estejam em forma.

Mais matérias
desta edição