app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5731
Cidades

Motoristas reclamam de lentid�o no tr�nsito

A principal reclamação da maioria dos condutores, no primeiro dia útil após a efetividade da fiscalização eletrônica nas avenidas mais movimentadas de Maceió, foi a lentidão do trânsito. Desde as primeiras horas da manhã de ontem até o fim do horário de p

Por | Edição do dia 01/03/2016 - Matéria atualizada em 01/03/2016 às 00h00

A principal reclamação da maioria dos condutores, no primeiro dia útil após a efetividade da fiscalização eletrônica nas avenidas mais movimentadas de Maceió, foi a lentidão do trânsito. Desde as primeiras horas da manhã de ontem até o fim do horário de pico, à noite, vários trechos de retenção foram observados. Os próprios motoristas acreditavam que a presença dos pardais os inibiu e causou o transtorno. O relatório dos primeiros dias de implantação somente chegará à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) amanhã. Com ele, será possível conhecer o comportamento dos motoristas, principalmente de madrugada, e se muitas irregularidades foram cometidas. Antes de conversar com condutores em alguns pontos onde estão instalados os fotossensores, a reportagem da Gazeta de Alagoas marcou o tempo que gastou desde a saída da redação, no bairro do Farol, até o cruzamento do bairro da Gruta de Lourdes. Passava de 14h30 e já era registrado congestionamento na Avenida Tomás Espíndola e em toda extensão da Avenida Fernandes Lima. Até a chegada ao destino, foi preciso paciência de 30 minutos dentro do carro em primeira e segunda marchas. O mesmo percurso, sem fluxo intenso, poderia ser feito com menos da metade desse tempo. A comerciante Robéria Menezes passava pela Fernandes Lima ontem à tarde e foi mais uma que fez críticas à nova estratégia de fiscalização. Para ela, o retorno dos pardais alimentariam a chamada indústria da multa, que já foi negada veementemente pela Prefeitura de Maceió.

Mais matérias
desta edição