app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5715
Cidades

Pre�o da tonelada de lixo em Alagoas � a mais cara do Pa�s

Um diagnóstico que está sendo realizado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) sobre a situação dos resíduos sólidos em 42 municípios alagoanos constatou que enquanto o custo médio nacional por cada tonelada de lixo coletada é de R$ 25,00, em Alagoas, ess

Por | Edição do dia 07/03/2002 - Matéria atualizada em 07/03/2002 às 00h00

Um diagnóstico que está sendo realizado pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) sobre a situação dos resíduos sólidos em 42 municípios alagoanos constatou que enquanto o custo médio nacional por cada tonelada de lixo coletada é de R$ 25,00, em Alagoas, essa média sobe para até R$ 142,00. O resultado parcial do diagnóstico, que vem sendo feito com apoio do Ministério do Meio Ambiente, foi apresentado ontem durante o Seminário “O lixo em Alagoas: política estadual de resíduos sólidos”. O seminário, realizado no auditório da Escola Fazendária, foi uma iniciativa conjunta do Ministério Público, do Fórum Livro e Cidadania de Alagoas e do IMA. Teve como objetivo principal discutir os encaminhamentos no processo de elaboração da Lei de Política Estadual de Resíduos Sólidos de Alagoas. O diagnóstico sobre os resíduos sólidos, que se encontra na fase de consolidação de dados, foi apresentado pela consultora Odete Mariano. Como o diagnóstico não pode ser realizado nos 102 municípios alagoanos, foram atingidos apenas os que têm população superior a oito mil habitantes na área urbana e já têm em tramitação nas Câmaras Municipais projeto de lei de tratamento de resíduos sólidos. O diagnóstico revelou que 84,7% dos funcionários de limpeza dos municípios têm nível básico e apenas 1,1% nível superior. O percentual do orçamento aplicado na área urbana é em torno de 3,5%. “O que observamos é que quanto menor o município, maior é o custo com pessoal”, observou Odete. Dos 42 municípios que participaram do diagnóstico, 37 não têm aterro sanitário ou qualquer outra forma de tratamento do lixo, apenas lixões, a maioria localizada em áreas de usinas de cana de açúcar e próximos a rios.

Mais matérias
desta edição