app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

Popula��o � convocada a participar

A capitã PM Maria Aparecida Cavalcante, responsável pelo quadro de oficiais da Saúde, está fazendo um apelo à população alagoana para que contribua com o trabalho de combate ao mosquito transmissor da dengue, desenvolvido, esta semana, pela Polícia Milita

Por | Edição do dia 14/03/2002 - Matéria atualizada em 14/03/2002 às 00h00

A capitã PM Maria Aparecida Cavalcante, responsável pelo quadro de oficiais da Saúde, está fazendo um apelo à população alagoana para que contribua com o trabalho de combate ao mosquito transmissor da dengue, desenvolvido, esta semana, pela Polícia Militar, em parceria com diversos órgãos do Estado. “Sem a ajuda da população torna-se difícil o combate à infestação do mosquito transmissor da dengue no Estado”, explicou. Para a capitã, é indispensável que a população siga todas as orientações repassadas pelos órgãos, como não acumular água em depósitos ou plantas, além de evitar a sobrecarga de lixo em suas residências. “A população tem de ficar ciente dos pontos de possíveis focos de mosquito, e evitar que eles se manifestem”, frisou. Para o trabalho de combate à doença, a Polícia Militar, de acordo com ela, está disponibilizando policiais militares – praças, oficiais de enfermeiros, além de praças da área administrativa. “A PM jamais poderia se esquivar diante de um trabalho que beneficia a população”, frisou. A capitão informou que a Polícia Militar, juntamente com os demais órgãos do Estado, pretendem atuar em todos os bairros da capital. Além do Tabuleiro do Martins, iniciado esta semana, segundo ela, os órgãos têm o propósito de realizar um trabalho informativo e educativo em toda a orla marítima, incluindo por parte da PM, a verificação da pressão arterial. “Com isso, teremos condições de saber quais as pessoas com maior tendência de contrair dengue”, acentuou.

Mais matérias
desta edição