app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5709
Cidades

M�dico alerta para chegada de novo v�rus da doen�a no Estado

O infectologista Celso Tavares, da Secretaria Estadual de Saúde, revelou ontem acreditar que a dengue tipo 3 já pode ter chegado a Alagoas, e não descartou a possibilidade do tipo 4 também ser introduzido no Estado daqui a algum tempo. Se a suspeita do

Por | Edição do dia 15/03/2002 - Matéria atualizada em 15/03/2002 às 00h00

O infectologista Celso Tavares, da Secretaria Estadual de Saúde, revelou ontem acreditar que a dengue tipo 3 já pode ter chegado a Alagoas, e não descartou a possibilidade do tipo 4 também ser introduzido no Estado daqui a algum tempo. Se a suspeita do especialista for confirmada, novos casos da forma hemorrágica devem ser registrados no Estado, considerando-se que a maioria de sua população já foi infectada pelos tipos 1 e 2 da doença. Segundo Celso Tavares, o dengue tipo 3, que está causando epidemia no Rio, deve ter chegado a Alagoas. “Agora estamos esperando o isolamento do vírus, que é um procedimento demorado, mas daqui a algum tempo - meses, anos, nós não podemos definir - vamos ter a dengue 4, que já está circulando nos países vizinhos ao Brasil”. Ele diz ainda que isso gera uma situação semelhante à que se tem na Ásia, onde os casos de dengue hemorrágica acontecem com grande freqüência. O infectologista explica que, basicamente, o vírus da dengue tem quatro sorotipos: dengue 1, 2, 3 e 4. “Trata-se do mesmo vírus, que causa a mesma doença, só que ele tem algumas características que vão diferenciar”, diz. O grande problema acontece quando se tem uma segunda ou terceira infecção. “É a partir daí que se pode ter dengue hemorrágica. A pessoa que teve a dengue 1 possui imunidade, como se ela fosse vacinada contra ela. Mas vai ter a dengue 2, 3 e 4. E cada vez que ela tem dengue, aumentam as chances de ela ter dengue hemorrágica que, se não for assistida devidamente, poderá levar a complicações e até à morte”, alerta.

Mais matérias
desta edição