app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

Somurb reclama da qualidade do asfalto usado na Fernandes Lima

Estragos constantes ocorrem na pista por onde circulam a maioria dos ônibus na Avenida Fernandes Lima, formando verdadeiras crateras que dificultam o trânsito e são um risco potencial de acidentes. O problema é causado pela má qualidade do material uti

Por | Edição do dia 20/03/2002 - Matéria atualizada em 20/03/2002 às 00h00

Estragos constantes ocorrem na pista por onde circulam a maioria dos ônibus na Avenida Fernandes Lima, formando verdadeiras crateras que dificultam o trânsito e são um risco potencial de acidentes. O problema é causado pela má qualidade do material utilizado na construção dessa terceira faixa de rolamento da avenida. A informação é do diretor de Obras e Serviços da Somurb (Superintendência Municipal de Obras e Urbanização de Maceió), Cândido Reinaldo. “Quando a pista, que antes era um acostamento, foi construída, por medida de economia, não houve a colocação de brita como deveria ser o procedimento: o recapeamento ocorreu por cima do próprio solo e não há durabilidade”, disse Cândido. Segundo ele, esse tipo de procedimento é feito nas rodovias, quando essa terceira pista só é usada como acostamento. No caso da Fernandes Lima, quando chove, o asfalto cede, se forma uma fissura por onde a água penetra, consumindo o pavimento e formando-se buracos enormes. Para resolver o problema, toda a extensão da avenida, totalizando 26 quilômetros para as duas mãos, teria que ser refeita, com uma camada reforçada. Após a municipalização da via, o trabalho está a cargo da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), que tem feito só operações tapa-buracos paliativas para o caso. Nas proximidades da Ceal, os dois lados da Fernandes Lima estão com buracos que infernizam a vida dos motoristas.

Mais matérias
desta edição