app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5710
Cidades

Mercado da Produ��o tem movimento recorde

Muita gente aproveitou a promoção dos itens mais caros da Páscoa, como bacalhau e vinho fino, para garantir fartura na mesa. O preço do bacalhau do porto, que estava por R$ 47,44, baixou para R$ 25,90, enquanto o saith passou a custar R$ 17,59 nos super

Por | Edição do dia 29/03/2002 - Matéria atualizada em 29/03/2002 às 00h00

Muita gente aproveitou a promoção dos itens mais caros da Páscoa, como bacalhau e vinho fino, para garantir fartura na mesa. O preço do bacalhau do porto, que estava por R$ 47,44, baixou para R$ 25,90, enquanto o saith passou a custar R$ 17,59 nos supermercados locais, quando antes estava por R$ 21,10. Os consumidores também aprovaram a promoção no setor de vinhos, na véspera da Páscoa. A maior parte da população mantém mesmo a tradição de comer peixes, moluscos, crustáceos e bredo, durante a Sexta-feira Santa. Prova disso foi o grande movimento registrado, ontem, no Mercado da Produção e nas balanças de peixes espalhadas pela cidade. A carne e o frango foram deixados de lado pela maioria dos consumidores e até algumas avícolas localizadas no mercado foram obrigadas a fecharem as portas no dia de ontem. Quem deixou a compra para última hora teve que enfrentar o calor e o aperto dentro do mercado, em virtude da grande quantidade de pessoas. No mercado, o sururu, que estava há duas semanas sendo vendido por R$ 3,00 e R$ 4,00, chegou ontem a R$ 5,00. Mesmo assim, as vendas foram consideradas boas pelos comerciantes. O camarão da barba roxa chegou a variar de preço e ficou entre R$ 10,00 e R$ 11,00. O filé de siri estava custando R$ 13,00 e o camurim, R$ 13,00. Já um molho do bredo estava sendo comercializado entre R$ 1,00 e R$ 1,50.

Mais matérias
desta edição