app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

POLÍCIA DESARTICULA ESQUEMA DE DISTRIBUIÇÃO DE DROGAS

Uma operação conjunta realizada entre as Polícias Civil e Militar resultou na desativação de uma rota interestadual de abastecimento de drogas. O esquema envolvia os estados de Alagoas e Sergipe, sendo que o destino do entorpecente era a capital sergipana

Por Jamylle Bezerra | Edição do dia 15/09/2020 - Matéria atualizada em 14/09/2020 às 22h58

Uma operação conjunta realizada entre as Polícias Civil e Militar resultou na desativação de uma rota interestadual de abastecimento de drogas. O esquema envolvia os estados de Alagoas e Sergipe, sendo que o destino do entorpecente era a capital sergipana, Aracaju. Durante a ação policial, realizada nesse domingo (13), foram apreendidos 200 kg de maconha. A droga foi encontrada no Povoado Niterói, em Porto da Folha, após investigações do Departamento de Narcóticos (Denarc), a partir de um Disque-Denúncia, recebido em novembro do ano passado. De acordo com o delegado Osvaldo Resende, os entorpecentes circulavam entre os estados de Sergipe e Alagoas. “Os narcóticos atravessavam por balsa em caminhões na divisa situada entre as cidades Pão de Açúcar (AL) e Porto da Folha (SE). Em Sergipe, ficavam armazenados em um imóvel rural no povoado Niterói, em Porto da Folha, de onde eram transportados para a Grande Aracaju para distribuição a traficantes locais”, detalhou.

Duas pessoas foram presas no Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro, suspeitos de recepcionar a droga da associação criminosa. Na ação policial, também foram apreendidos, além dos 200kg de maconha, uma pistola, 39 munições e duas balanças digitais.

Já na cidade alagoana de Pão de Açúcar, foi preso um homem, de 45 anos, que se apresentava como fazendeiro local. De acordo com o delegado, ele é suspeito de ser o chefe do grupo criminoso e de atuar no comando do tráfico de drogas no conjunto Parque dos Faróis, em parte da localidade Pai André e do Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro. O irmão do suspeito foi morto em setembro do ano passado, supostamente por um grupo criminoso rival. Em 27 de novembro de 2009, o suspeito foi condenado por ter sido preso em flagrante pela Polícia Federal, em poder de 33kg de maconha. Ainda de acordo com as investigações, familiares dele também possuem envolvimento com o tráfico de drogas. O pai dele possui três condenações por tráfico de drogas. E um irmão tem três condenações também pelo mesmo crime. Um sobrinho foi preso em flagrante em 30 de março deste ano, em poder de dois coletes balísticos.

Mais matérias
desta edição