app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

7º DISTRITO CONCENTRA MAIORIA DOS INFECTADOS

Em Maceió, o sétimo distrito sanitário aparece com mais casos confirmados de Covid. Cinco bairros estão nessa área e registraram 9,5 mil infectados: Clima Bom, Santos Dumont, Cidade Universitária, Tabuleiro do Martins e Santa Lúcia. As informações constam

Por regina carvalho | Edição do dia 14/01/2021 - Matéria atualizada em 13/01/2021 às 23h49

Em Maceió, o sétimo distrito sanitário aparece com mais casos confirmados de Covid. Cinco bairros estão nessa área e registraram 9,5 mil infectados: Clima Bom, Santos Dumont, Cidade Universitária, Tabuleiro do Martins e Santa Lúcia. As informações constam no boletim semanal da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Outra região que se destaca pelo número de casos confirmados de Covid em Maceió é o primeiro distrito sanitário com 7.720, onde ficam os bairros Mangabeiras, Jatiúca, Poço, Ponta Verde, Ponta da Terra, Pajuçara e Jaraguá, seguido do 5º DS com 7.055 infectados, onde ficam localizados a Serraria, Barro Duro, São Jorge, Jacintinho e Feitosa. De acordo com boletim da SMS, Maceió tem 41, 7 mil casos confirmados para a Covid-19 com 1.165 óbitos de residentes da capital. “A taxa de letalidade, em Maceió, para a doença é de 2,79%. Em relação a casos confirmados para Covid-19, segundo sexo e faixa etária, são 18.461 casos do sexo masculino e 23.271 casos do sexo feminino e as faixas etárias mais acometidas são 30 a 39 anos – 10.732 casos, seguido de 40 a 49 anos – 8.884 e 20 a 29 anos – 8.029 casos”, diz trecho do levantamento da Secretaria de Saúde. Em relação à taxa de incidência da doença em Maceió por Distrito Sanitário (DS) - onde a doença ocorre com mais intensidade – as maiores incidências ocorrem no 1º, 3º (Rio Novo, Fernão Velho, Santa Amélia, Petrópolis, Chã da Jaqueira, Bebedouro, Mutange e Bom Parto) e no 2º DS (Trapiche, Vergel, Pontal da Barra, Prado, Centro, Levada e Ponta Grossa), cálculo feito por 100 mil habitantes.

“A taxa de letalidade da Covid-19 em Maceió, segundo Distritos Sanitários, indica em percentual a gravidade da doença. A letalidade em Maceió é maior nos 2º e 4º DS”, reforça boletim da SMS. De acordo com a Secretaria de Saúde de Maceió, em relação aos óbitos confirmados para a Covid-19, segundo comorbidades preexistentes, a diabetes é o maior fator de risco com 27,33% dos casos, seguido da hipertensão arterial com 21,65% e cardiopatia, com 13,26%.

Mais matérias
desta edição