app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades Anadia adotou medidas de isolamento para tentar conter avanço da variante do vírus

CASOS DE COVID-19 SOBEM 78% EM CIDADES ALAGOANAS COM VARIANTE

Anadia e Viçosa são os únicos municípios de Alagoas com casos da variante brasileira do coronavírus

Por Hebert Borges | Edição do dia 23/02/2021 - Matéria atualizada em 22/02/2021 às 20h35

O número mensal de casos de Covid-19 registrados nas cidades de Anadia e Viçosa cresceu 78% nos últimos 30 dias. Dados da Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau) mostram que entre 20 de dezembro do ano passado e 20 de janeiro deste ano, foram registrados 73 casos em Anadia e 79 em Viçosa. Trinta dias depois, foram registrados 130 casos em Anadia e 141 em Viçosa. Estes dois municípios são os únicos em Alagoas em que foram registrados casos de pessoas infectadas com a variante brasileira do coronavírus, que os especialistas dizem ser mais transmissível. O crescimento aferido nas duas cidades está acima da alta registrada no Estado, onde os casos subiram 36% na mesma janela temporal. O percentual também é superior ao de Maceió, que teve alta de 43%. Em Anadia, a maioria dos casos registrados entre 20 de janeiro e 20 de fevereiro foi entre os moradores com idade entre 30 e 39 anos, com 31 infectados nessa faixa etária. Em Viçosa, os mais infectados no período foram os jovens de 20 a 29 anos, com 30 casos. A Sesau confirmou a detecção em Alagoas da nova variante brasileira do novo coronavírus, surgida no Amazonas e denominada de P1, no último dia 28. A nova variante foi identificada em duas alagoanas das cidades de Viçosa e de Anadia. A paciente de Viçosa tem 36 anos e viajou para Manaus (AM) no mês de janeiro, onde permaneceu na capital do Amazonas por quatro dias. Ao retornar da viagem, a paciente apresentou os sintomas do novo coronavírus. O segundo caso é de uma idosa de 64 anos, que não viajou para o Amazonas e não teve contato com nenhuma pessoa do território amazonense ou de qualquer outro Estado brasileiro. Isso mostra que a nova variante P1 do novo coronavírus está em circulação em Alagoas. Alagoas é o 11º estado do Brasil a ter a circulação da nova variante da Covid-19. “Essa nova variante do Amazonas nos chama a atenção por ter uma maior transmissibilidade, mas sem nenhuma confirmação de que os casos sejam mais graves e ou letais. Com uma transmissão maior, isso significa que o vírus deva infectar mais pessoas, caso a população não mantenha as medidas de proteção”, reconheceu o secretário. Mesmo assim, segundo Ayres, “não existe motivo para pânico com o surgimento dessa nova variante”.

ISOLAMENTO

No mesmo dia do anúncio, o prefeito de Anadia, Celino Rocha, determinou, através de decreto, o fechamento de estabelecimentos comerciais, igrejas e a proibição de eventos culturais pelo período de 15 dias. Segundo a determinação, está suspenso em todo o município o funcionamento de bares, restaurantes, lanchonetes, templos, igrejas e demais instituições religiosas; aulas presenciais da rede municipal de ensino, tanto pública quanto privada; eventos culturais públicos e privados, tais como aniversários, casamentos, entre outros, independentemente do número de presentes. Além disso, o funcionamento de academias, clubes e também os serviços prestados pela Secretaria Municipal de Educação através do transporte intermunicipal de estudantes estão proibidos. A secretária de Saúde do município, Sônia Mascarenhas, explicou que a paciente relatou que não tem histórico de viagem nem contato com moradores do Amazonas ou qualquer outra unidade da Federação. A mulher, de 64 anos de idade, já cumpriu o período do isolamento social e está recuperada. Os sintomas tiveram início em 19 de janeiro apresentando tosse, coriza, mialgia e moleza. No dia 25, foi realizada a coleta para pesquisa de SARS-CoV-2 por RT-PCR, que confirmou a infecção.

Mais matérias
desta edição