app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

IMA investiga qualidade da �gua no Vergel

FÁTIMA ALMEIDA O Instituto do Meio Ambiente (IMA) colheu várias amostras da água consumida por moradores em áreas do Vergel do Lago, para fazer a análise de potabilidade. De acordo com o gerente do laboratório do Instituto, Manoel Messias dos Sa

Por | Edição do dia 13/03/2004 - Matéria atualizada em 13/03/2004 às 00h00

FÁTIMA ALMEIDA O Instituto do Meio Ambiente (IMA) colheu várias amostras da água consumida por moradores em áreas do Vergel do Lago, para fazer a análise de potabilidade. De acordo com o gerente do laboratório do Instituto, Manoel Messias dos Santos, que coordenou a operação, o alto índice de informações sobre casos de diarréia e vômito entre as crianças da região, que têm chegado ao IMA nas últimas semanas, motivou a ação. Em princípio a intenção do IMA era fazer a classificação de poços existentes na área, quanto à potabilidade da água. Mas a operação constatou a inexistência de poços no local. Entretanto os técnicos constataram que grande parte das torneiras que liberam a água para o consumo humano está instalada em local impróprio, literalmente dentro de esgotos. “Temos que aguardar os resultados das análises, mas isso é um forte indicativo de que a água pode sim estar contaminada, em função da localização inadequada das torneiras”, observa Manoel Messias. Os resultados da análise devem ser liberados na próxima sexta-feira e de acordo com o que eles indicarem, podem desencadear outras ações do Instituto do Meio Ambiente e recomendações a outros setores como a Casal. “São as próprias pessoas que instalam as torneiras nesses locais, mas elas alegam que não têm outras alternativas”, explica Messias. Segundo ele, outras ações dessa natureza devem ser desencadeadas em outros bairros de Maceió, pelo menos uma vez por mês. Balneabilidade O IMA também divulgou, ontem, o boletim de balneabilidade das praias do litoral alagoano. Pelos dados, dos 50 pontos investigados, 50% encontram-se impróprios para banho, com índices de coliformes fecais acima do recomendado pelo Conama, o Conselho Nacional de Meio Ambiente. No trecho do litoral que vai do Detran, no Pontal da Barra, até a balança do peixe de Jaraguá, todos os pontos examinados pelos técnicos da divisão de biologia do IMA estão impróprios para banho, assim como o trecho que fica em frente ao Edifício Versales (Pajuçara), em frente ao Edifício João Paulo II (Ponta Verde), em frente à Amélia Rosa (Jatiúca) e em pontos específicos de Jacarecica, Riacho Doce, Barra de Santo Antônio, Japaratinga e Maragogi.

Mais matérias
desta edição