app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5752
Cidades

Quita��o beneficia 5.100 mutu�rios

Brasília – Cerca de 5.100 famílias de baixa renda, responsáveis  por contratos de financiamento habitacional pelo Sistema Financeiro da Habitação, podem se beneficiar com as novas medidas de  quitação, divulgadas pela Empresa Gestora de Ativos (Emgea), c

Por | Edição do dia 11/04/2002 - Matéria atualizada em 11/04/2002 às 00h00

Brasília – Cerca de 5.100 famílias de baixa renda, responsáveis  por contratos de financiamento habitacional pelo Sistema Financeiro da Habitação, podem se beneficiar com as novas medidas de  quitação, divulgadas pela Empresa Gestora de Ativos (Emgea), cessionária da Caixa Econômica Federal nesses contratos. Quem paga prestação de até R$ 37,00 vai poder quitar o seu contrato pagando entre 5 e 20 prestações. As novas regras valem para contratos com garantia do FCVS e também para aqueles que não têm a cobertura do Fundo. No caso de contratos cobertos pelo FCVS, o desconto é maior, e o mutuário vai precisar pagar o valor equivalente a cinco prestações (incluindo seguros e demais encargos). Para contratos sem FCVS, o valor a pagar equivale a 20 prestações, também com seguros e encargos. Tarifa do aço A Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados aprovou ontem, por unanimidade, a proposta de elevar para 30% a tarifa de importação de aço, um dos itens mais importantes da construção civil, e de iniciar um processo contra os Estados Unidos na OMC (Organização Mundial do Comércio). A proposta será entregue ao presidente Fernando Henrique Cardoso. Apesar de a Constituição garantir ao Executivo a prerrogativa da condução da política comercial, Mercadante disse que o objetivo é orientar a decisão do governo. O Itamaraty só vai decidir se irá à OMC contra as cotas e tarifas impostas pelos Estados Unidos às importações de aço depois do dia 7 de julho, quando termina o prazo para os americanos responderem aos pedidos de revisão das medidas protecionistas.

Mais matérias
desta edição