app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 5691
Cidades O Centro de Maceió é um dos sete bairros onde a taxa de letalidade da Covid-19 é maior, segundo boletim da Saúde

TAXA DE LETALIDADE DA COVID É MAIOR EM 7 BAIRROS DE MACEIÓ

.

Por regina carvalho | Edição do dia 15/05/2021 - Matéria atualizada em 15/05/2021 às 04h00

A taxa de letalidade da Covid-19 em Maceió é maior em sete bairros: Vergel do Lago, Centro, Levada, Ponta Grossa, Prado, Trapiche da Barra e Pontal da Barra. Essas localidades compõem o segundo distrito sanitário. Os dados constam no boletim epidemiológico semanal da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Nos bairros do segundo Distrito Sanitário (DS), a taxa de letalidade é de 4,1%, proporção entre o número de mortes pela Covid e o total de pessoas diagnosticadas com a doença . A situação também é preocupante no quarto DS, com 3,68%, onde estão Petrópolis, Rio Novo, Fernão Velho, Chã da Jaqueira, Petrópolis e Bom Parto. Em relação à taxa de incidência a cada cem mil habitantes em Maceió, por distrito sanitário, evidenciando onde a doença ocorre com mais intensidade, os bairros da parte baixa registram números mais altos, de quase 11,1 mil casos/100 mil: Ponta Verde, Jatiúca, Mangabeiras, Pajuçara, Ponta da Terra, Poço e Jaraguá. Com números também preocupantes, de 7.984 infectados por cem mil habitantes, também aparecem na lista Gruta, Jardim Petrópolis, Ouro Preto, Canaã, Pitanguinha, Farol e Santo Amaro. O boletim epidemiológico da SMS aponta que há mais casos confirmados de Covid no sétimo distrito sanitário de Maceió (Cidade Universitária, Santos Dumont, Clima Bom, Tabuleiro do Martins e Santa Lúcia): 18,1 mil, seguido do 1º DS com 12,8 mil notificações da doença: Ponta Verde, Jatiúca, Mangabeiras, Pajuçara, Ponta da Terra, Poço e Jaraguá. Na capital, 363 pessoas ocupam leitos clínicos e 110 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para tratar a Covid. Outras 1,7 mil estão em isolamento domiciliar e 65,6 mil recuperados da doença. "Sobre os casos confirmados para a Covid-19, segundo critério de confirmação da doença, 70,49% ocorreram por critério laboratorial", informa a SMS. Da 1ª até a 18ª S.E, de janeiro até a primeira semana de maio, Maceió registrou 24,2 mil casos confirmados para a Covid-19, sendo 809 óbitos de residentes na capital. "Dos óbitos confirmados para Covid-19, segundo Distrito Sanitário de residência. a maior concentração de óbitos encontra-se no 7º e 1º Distritos Sanitários", informa o boletim. Cidade Universitária, Santos Dumont, Clima Bom, Tabuleiro do Martins e Santa Lúcia estão no sétimo distrito sanitário e Ponta Verde, Jatiúca, Mangabeiras, Pajuçara, Ponta da Terra, Poço e Jaraguá, no primeiro DS. Os dois DS registraram este ano, respectivamente, 209 e 137 vítimas. Em relação aos casos confirmados da doença este ano, a maior quantidade está no 7º DS – 7.022 casos, seguida do 1º DS – 3.926 casos e do 5º DS – 3.588 casos.

Mais matérias
desta edição