app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades Alagoas continua com tendência de alta na ocupação de leitos de UTI para Covid-19

PESQUISADORES APONTAM PARA PIORA DO CENÁRIO PANDÊMICO EM AL

O estado voltou a apresentar um alto número de casos suspeitos, aponta observatório da Ufal

Por Jamylle Bezerra | Edição do dia 25/05/2021 - Matéria atualizada em 25/05/2021 às 04h00

Alagoas continua com tendência de alta na ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de Covid da rede pública, conforme divulgado pelo Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid-19 (OAPPEC). Ainda com um número alto de óbitos e de infectados, o estado voltou a apresentar um alto número de casos suspeitos, que junto com a elevada proporção de resultados positivos entre os testes realizados pelo Lacen/AL, indica uma piora no cenário pandêmico.

Em seu ponto mais alto, na última quinta-feira (20), a ocupação dos leitos de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19 chegou em 85%, finalizando a semana em 81%, com 312 alagoanos internados. Dos nove municípios com leitos disponíveis, oito se encontram acima da margem de segurança de 70%, sendo que cinco apresentam ocupação superior a 80%, quando se recomendam medidas mais restritas de circulação.

A capital alagoana, que concentra mais da metade dos leitos disponibilizados pelo governo estadual para o tratamento da Covid-19, se encontrava com 81% de ocupação neste sábado. Um dos principais hospitais do estado, o Hospital da Mulher, atingiu 100% de ocupação, segundo anunciou o Governo Estadual durante o fim de semana. Nos números de casos e óbitos, Alagoas viu uma semana similar às últimas, com poucas e tímidas mudanças nos indicadores gerais, mas com grandes desigualdades sendo observadas entre as regiões sanitárias. Foram 4.359 casos e 111 óbitos na 20ª Semana Epidemiológica, reduções de 9% e 3% respectivamente. Na 1ª Região de Saúde, que abrange municípios da Região Metropolitana de Maceió, a incidência de casos dobrou na última semana, com 842 casos confirmados. Em cinco diferentes localidades, o número de óbitos aumentou.

VACINAÇÃO EM ALAGOAS

A vacinação no estado segue a tendência de aumento, contudo o ritmo ainda está abaixo do necessário para que a população adulta alagoana seja imunizada até o fim deste ano. Durante a 20ª semana epidemiológica foram aplicadas 82.865 doses, o que corresponde a um aumento de 7% em comparação ao observado na semana anterior. Ao todo, foram aplicadas 869 mil doses no estado, sendo 606 mil equivalentes a primeira dose e 263 mil à segunda. Esses números abrangem 28% e 12% da população adulta alagoana, respectivamente.

*Com informações da assessoria

Mais matérias
desta edição