app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades Paulo Mendonça pediu Sayonara em casamento após se recuperar da Covid

DIA DOS NAMORADOS: EM MEIO À PANDEMIA, CASAIS FORTALECEM RELAÇÃO

Apoio mútuo tem ajudado muitas pessoas a superar período de distanciamento social e medo da doença

Por greyce bernardino | Edição do dia 12/06/2021 - Matéria atualizada em 12/06/2021 às 04h00

A pandemia da Covid-19, que, além da questão da saúde, gerou crise econômica e desemprego, vem ensinando para muitas pessoas o significado de amor, compreensão e companheirismo. Em uma realidade totalmente diferente, tomada pela tristeza e notícias não tão boas, ter alguém por perto e a quem confiar pode significar proteção. O outro se torna um porto seguro, trazendo forças para quem precisa. Muitos casais, por exemplo, estão se fortalecendo neste período de dor e perda. Muitas pessoas enxergam em seus companheiros uma força inabalável, e a relação passou a ficar mais sólida. O importante para os casais, agora, é estarem juntos, superando qualquer barreira. O editor de imagens Paulo Mendonça, de 30 anos, testou positivo para a Covid-19 no início do ano e, com o agravamento da doença, precisou ser internado. Sua amada, a nutricionista Sayonara Crisley, de 24 anos, foi a sua força, assim como a sua mãe. Ele não esconde o quão importante foi a sua namorada no processo da cura da doença. “Meu mundo caiu quando descobri que contrai o vírus. No dia que fiz os primeiros exames, ela [Saynora] estava ao meu lado e ficou no meu pé todos os dias porque eu estava com uma febre alta e muita moleza no corpo. Aí, quando resolvi ir ao hospital, os primeiros exames não foram tão bons. O mais duro foi ter que ficar separado dela. Saynora também contraiu o vírus, mas pegou de forma leve, e eu fui piorando. Ela foi uma das forças para que eu pudesse me recuperar logo. Quando dei entrada no hospital e descobri que ficaria internado em estado grave, ela moveu toda a família e amigos para entrarem em oração para a minha recuperação. Depois de 21 dias sem vê-la, ela pôde ficar comigo no hospital e chegou dizendo que foi finalizar meu tratamento com doses de amor. Logo em seguida, recebi alta e saímos de lá [hospital] juntos”, relembrou Paulo. Mendonça, sem ter dúvidas de que achou a mulher da sua vida, fez o pedido de casamento a Saynora logo após vencer a Covid. Eles viajaram até o Rio de Janeiro, e foi aos pés do Cristo Redentor que a nutricionista foi surpreendida. “O pedido de casamento foi todo planejado. E eu já me sentia preparado para esse novo passo. Após a alta da Covid e com a autorização médica, fomos ao RJ, onde tudo aconteceu. Eu prometi para mim mesmo que iria fazer um pedido de casamento incrível, como ela merece. Comprei as alianças e chegamos aos pés do Cristo, e, após agradecer a Deus pela minha recuperação, ajoelhei e a pedi em casamento. Os nossos planos agora são a construção da nossa família e a concretização de todos os nossos sonhos”. Paulo não esconde que é romântico desde o começo do relacionamento com Saynora e relembra como se apaixonou pela jovem: “Nos conhecemos literalmente pelo Instagram. Começamos a trocar algumas mensagens e, depois de meses, nos conhecemos pessoalmente, até então sem segundas intenções, apenas amizade. Depois de algumas semanas, tivemos um segundo encontro e a levei para dar uma volta na orla. Fomos cantando que nem loucos dentro do carro. Sempre tivemos muita coisa em comum, o que é muito bom. Quando chegamos na orla, começamos a conversar sobre a vida. Depois de muito tempo, levei ela para casa e aí rolou o primeiro beijo, dando início a nossa história. Depois de algumas semanas, pedi ela em namoro, cheio de declarações dentro do carro com chocolates e um ursinho de pelúcia. Ela ficou toda emocionada”, disse ele com um sorriso. Leia mais na página A10

Mais matérias
desta edição