app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

REALIZAÇÃO DE TESTES RÁPIDOS EM FARMÁCIAS RECUA 36,4%

A realização de testes rápidos para Covid-19 em farmácias recuou 36,4% em Alagoas nos últimos 21 dias, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), associação que reúne grandes redes de drogarias. De a

Por Hebert Borges | Edição do dia 22/07/2021 - Matéria atualizada em 21/07/2021 às 22h24

A realização de testes rápidos para Covid-19 em farmácias recuou 36,4% em Alagoas nos últimos 21 dias, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), associação que reúne grandes redes de drogarias. De acordo com a entidade, foram 2.296 testes na semana que findou no dia 14 de julho. Na semana anterior, foram 3.611.

Ainda assim, a média diária de testes feitos nas farmácias de Alagoas ficou em 328. Ao todo, 40 farmácias de Alagoas disponibilizam os testes. Na última semana, 21% destes testes feitos em farmácias alagoanas tiveram resultado positivo.

O estado que mais realizou esse tipo de teste no Brasil durante a semana passada foi São Paulo, com 78.786 testes. Eles são feitos em 1.489 farmácias. Por lá, 16% tiveram resultados positivo. O estado com maior percentual de casos positivos foi Santa Catarina, com 31%. De 5 a 11 de julho, foram cerca de 40,5 mil casos da doença detectados pelos exames, o que representa quase 19% dos testes realizados. O percentual só é maior do que o registrado na segunda semana de janeiro deste ano. No entanto, os dados da Abrafarma mostram que a parcela de infectados cresceu em 14 estados ante a última semana de maio, quando houve um pico na procura por testes e no volume de resultados positivos. O Conselho Regional de Farmácia de Alagoas (CRF-AL) alerta que o teste rápido não é recomendado para quem tem sintomas há menos de oito dias. Desde o dia 28 de abril de 2020 as farmácias de todo país estão autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para realizar os testes rápidos.

Para fazer os testes, os estabelecimentos precisam se adequar às exigências. O teste rápido deve ser feito num ambiente específico e somente pelo farmacêutico. Ele deve estar com óculos de proteção ou protetor facial, máscara cirúrgica, avental e luvas, além de higienizar as mãos.

Mais matérias
desta edição