app-icon

Baixe o nosso app Gazeta de Alagoas de graça!

Baixar
Nº 0
Cidades

POLÍCIA TEM DUAS LINHAS DE INVESTIGAÇÃO PARA O DESAPARECIMENTO DE MENINA NO VERGEL

.

Por Lívia Tenório | Edição do dia 23/07/2021 - Matéria atualizada em 23/07/2021 às 00h29

As equipes do 3º Distrito Policial (DP) e da Delegacia Especializada de Crimes Contra Criança e Adolescente (DECCA), que estão trabalhando em conjunto no caso do desaparecimento da menina Maria Clara Gomes da Silva, de 5 anos, informaram à Gazetaweb, nesta quinta-feira (22), que estão seguindo duas linhas investigativas, no entanto, não podem dar maiores detalhes para não atrapalhar os trabalhos.

De acordo com a delegada da DECCA, Adriana Gusmão, algumas pessoas já foram ouvidas. “Estamos com duas equipes em campo desde quarta-feira, e já colhemos alguns depoimentos, incluindo da mãe e de uma das vizinhas da criança, mas ainda restam algumas pessoas a serem ouvidas”, informa.

A madrinha da criança, Maria Aparecida, contou que a família tem sido vítima de trotes. “Ligaram de um número confidencial falando que estavam com a Maria, e cobraram R$ 10 mil para devolvê-la. Claramente era um trote, pedimos para que as pessoas parem de fazer isso, já está sendo um momento muito difícil para nós”, afirmou.

Ainda segundo a delegada Adriana, na quarta-feira (22), os militares foram até o bairro do Vergel do Lago, após terem recebido uma ligação dizendo que o corpo da criança tinha sido encontrado no bairro. “Ao chegarmos ao local, constatamos que se tratava de um trote. A criança ainda segue desaparecida”, informou a delegada.

A Polícia Civil (PC) deu início às buscas no dia seguinte ao desaparecimento da criança, quando o Boletim de Ocorrência foi registrado pela família. Eles alegaram não saber que a ocorrência poderia ser feita no momento do desaparecimento.

Mais matérias
desta edição